Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

TWINIGH MAGBULL

“Mas é claro que você não achou que seira assim tão fácil não é?”

A viagem para a Capital Toraden é bastante tranquila o clima é temperado e a paisagem constituída de extensas planícies que se estendem ate o pé das montanhas. A estrada para a capital é de muita qualidade com calçamento sem buracos e com vários pontos com iluminação. Existem pelo caminho muitas caravanas e vilarejos que se utilizam da estrada como rota de comercio fazendo com que seja também bastante movimentada. Os heróis podem seguir por conta própria ou acompanhar alguma caravana que estão sempre contratando aventureiros para escoltar e cuidar da segurança.
Quando chegam na cidade já é noite mas mesmo assim os heróis não deixam de admirar as muitas belezas da Capital. Toraden é uma cidade belíssima todas suas ruas são pavimentadas, com boa iluminação e com a segurança de guardas muito bem equipados, as residências são em sua maioria muito bonitas e coloridas os comércios todos muito bem organizados e limpos. A cidade é divida em zonas, (comercial, residencial, industrial etc)  e por ser muito grande mesmo sendo noite muito comércios permanecem abertos e as ruas principais estão sempre com movimento. Após caminharem por algum tempo pelas ruas os heróis logo encontram uma hospedaria onde podem conseguir um bom quarto, com uma cama confortável para dormirem. A hospedaria também conta com serviço de banho, se estiverem com fome a atendente da hospedaria recomenda a taverna “O olho da Águia” que fica a um quarteirão rua acima. Meraxes insiste com o grupo para irem na taverna ela alega que teve um bom persentimento com o nome do local “coisas de adivinho” como ela diz.
A taverna “O olho da Águia” é muito bonita e também muito espaçosa,  tem diversos tipos de bebidas e serve diversos tipos de pratos, o taverneiro, um humano de meia idade é muito gentil e hospitaleiro, sempre procurando atender muito bem os clientes. Enquanto o homem atende no balcão e serve as bebidas sua esposa comanda a cozinha com ajuda de mais dois auxiliares. Meraxes sempre faminta logo procura uma mesa para acomodar o grupo e em seguida pede uma caneca de hidromel e um prato do especial da casa, um mix de carnes, saladas e grãos.
- Então amigos como vamos fazer para encontrarmos o tal Twinig Magbull ? Fala ela entre um gole e outro.
- Você disse Twinig Magbull? Responde uma vóz em um tom mais baixo, porém alto o suficiente para os heróis ouvirem, ela vem de um elfo aparentemente jovem que estava sentado sozinho na mesa ao lado.
Ele puxa a cadeira para junto da mesa dos heróis e sem a menor cerimônia vai logo se apresentando.
- Boa noite eu me chamo Dandairan e desculpem a intromissão mas ouvi vocês falarem o nome Twinig Magbull não é? Pois saibam que forasteiros não devem chegar em Toraden e saírem perguntado por esse nome pois essa pessoa e muito perigosa e tem olhos e ouvidos em todos os lugares.
- Como assim do que você esta falando e quem é você afinal? Pergunta Meraxes um pouco incomodada com a intromissão do rapaz e ao mesmo tempo intrigada.
- Me escutem eu sou um … digamos “especialista” em encontrar e coletar “coisas” se vocês querem saber mais sugiro que me encontrem amanha pela manhã neste endereço lá é seguro e poderemos falar abertamente. E dizendo isso o jovem elfo deixa um papel dobrado em cima da mesa ele se levanta e se retira. Se os heróis tentarem segui-lo não o encontrarão mais.
No outro dia os heróis descobrem que o endereço fica na periferia da cidade ao irem para lá notarão que aos poucos as casas vão ficando mais pobres e os postes de iluminação das ruas vão se tornando mais escassos embora ainda presentes. Ao chegarem no endereço exato, se deparam com um casa velha com o patio mal cuidado. A casa esta com as janelas e portas fechadas. Ao baterem na porta os heróis escutam a voz de Dandairan:
- Já estou indo. Após o som de fechaduras sendo destravadas a porta se abre e ele convida todos a entrar.
- Por favor por aqui. Ele conduz o grupo até a sala onde acende algumas velas para iluminar o lugar e se apressa a servir um puco de chá em copos e canecas.
- Sirvam-se é chá de Orubagah (planta da região) aqui estamos seguros podemos falar sem perigo de represálias.
- Então porque vocês estão procurando Twining Magbull? Pergunta Dandairan.
- Nós queremos encontra-lo, ele está com algo que nós precisamos muito. Diz Meraxes
- Agora porque você não nos fala o que você realmente sabe sobre ele? Continua a maga. 
- Tudo bem, Twinig é o Grande líder da maior guilda de ladrões de Toraden os “Adagas Voadoras” ele acabou com todas guildas rivais recentemente, incluindo uma guilda só de assassinos, se tornando assim o rei dos ladrões da cidade!! - Ninguém faz nada no submundo sem a permissão dele ou sem que ele saiba. - Os Adagas Voadoras  roubam muito ouro dos cofres da família real e nunca são pegos dizem que Twinig tem conexões com a milicia da cidade e com os templos. Ele é um homem muito perigoso inteligente e habilidoso. Diz Dandairan que chega a se emocionar demonstrando enorme admiração por Twinig
Os heróis começam a se sentirem tontos, sonolentos e desorientados (não tem save)
- Outra coisa importante: vocês não acham Twinig Magbull é ele que acha vocês …
Todos apagam. (mesmo quem não tomou o chá)
Ao acordarem os heróis não enxergam nada estão ainda um pouco tontos, percebem que etão sentados, muito bem amarrados e com um saco na cabeça. Apenas escutam passos, vozes falando e sentem como se estivessem em cima de algo que esta se movendo.
- Você usou a tática do chá dessa vez Dandairan?. Diz uma voz desconhecida.
- Não eu não tinha certeza se eles iriam beber então eu coloquei nas velas. Diz a voz de Dandairan a única voz conhecida.
- Nossa você é muito inteligente desse jeito “ele” vai te dar outra promoção rapidinho. Diz uma terceira voz também desconhecida.
- Já averiguaram se eles são agentes da coroa? Pergunta a primeira voz.
- Não são, ao que tudo indica estavam falando a verdade são forasteiro que querem alguma coisa com “ele”. Fala a terceira voz.
- Em breve acho que eles terão o que querem. Diz Dandairan.
Os heróis sentem que o movimento para, e repentinamente os sacos que estavam em suas cabeças são removidos por Dandairan. Eles são ofuscados pela claridade da sala por um breve momento então percebem que estão presos em cadeiras e essas presas a um espécie de prancha com rodas. Em sua frente existe um grupo de pessoas todos usando capuzes e empunhando bestas ou adagas, e no centro da sala em um patamar um pouco mais alto em um trono ricamente decorado esta sentando um pequeno Halfling com pouco mais de 1 metro de altura, ele os observa atentamente enquanto equilibra uma adaga na ponta do indicador da mão esquerda.
- Quem são vocês onde nos estamos ?! Pergunta Meraxes não demonstrando medo.


- Aqui é um dos meus esconderijos, estamos no subsolo da casa que vocês visitaram mais cedo. Responde o Halfling com uma voz surpreendentemente grave.
- Nós estamos procurando Twining Mag..bull... Diz a maga, repentinamente caindo em si de que esta falando com ele.
- Isso mesmo mocinha noto por sua expressão que já percebeu que eu sou o poderoso Twinig Magbull HUHUHUHOHOOHHAHAHAHA. Dizendo isso ele salta habilidosamente do trono dando cambalhotas no ar e vai pousar em cima da prancha com rodas onde os heróis estão presos, a adaga que ele a pouco brincava agora esta empunhada. Ele se aproxima de Meraxes e a olha bem de perto.
- Humnn você é muito bonita, seus traços mais marcantes são de elfa dourada mas tem mais coisa ai… talvez uma mestiça de elfo dourado com elfo da lua?. - Sabe eu já namorei com elfas, anãs, humanas e teve até uma meio orc sou ótimo quando o assunto são mulheres hehehehe. Todos dão risadas.
- Não me leve a mal mas você não é o meu tipo! Diz Meraxes com tom de desafio.
- Humn entendo sabia que nós Halflings somos a raça mais desproporcional do reino… veja olhe o tamanho da minha cabeça em relação ao corpo não é grande? E também perceba o tamanho exagerado de minhas mãos e pés, tem certeza que não sou seu tipo? você não sabe o que esta perdendo garota, afinal tudo em mim e meio exagerado se é que você me entende. Twinig diz isso lançando um olhar dos mais safados e da uma ajeitada no cinturão. Meraxes fica imediatamente com o rosto corado de vergonha e todos caem da gargalhada novamente.
- Mas não estamos aqui para galanteios não e mesmo? - O que diabos vocês querem comigo? Pergunta ele sem rodeis se afastando alguns passos e guardando a adaga na bainha.
Depois que os heróis explicarem a situação do porque estarem procurando o as adagas o rei dos ladrões ficará um puco pensativo, se os heróis mencionarem Hector, Daemeron e Sygma, Twinig fica um pouco mais amigável e pergunta os desafios que eles já enfrentaram (Ele esta avaliando o poder dos heróis). Ao saber que a primeira das adagas foi pega após destruírem um vampiro ele fica muito mais amigável e pede para Dandairan soltar o grupo. Então ele manda que tragam mesas e cadeiras e convida a todos para um banquete onde ele deseja que os heróis lhe contem suas aventuras. (Mestre, Twinig tem essa reação porque ele odeia vampiros, no passado quando jovem sobre a influencia de uma dessas criaturas ele foi obrigado a matar sua esposa e filha).
Durante o banquete Twinig se mostra muito alegre e satisfeito, ele conta aos heróis que sua guilda na verdade não “rouba” a coroa como dizem e sim “alivia” os pesados impostos que alguns nobres cobram injustamente, e que esse ouro ele depois devolve ao povo. Twinig também pede que Dandairan traga um pequeno baú de madeira que estava guardando em seu “escritório”. Quando o elfo volta ele entrega o baú aos heróis que ao abrirem se deparam com uma adaga aparentemente muito bem feita toda ornamentada com glifos e runas parece ser feita de algum material muito cristalino e a lamina tem um leve brilho azulado.
- Acredito que seja isso que vieram buscar correto? Twinig da um sorriso.
- Podem ficar com ela agora vamos festejar musica !! Ordena o halfling que sai logo dançando ao som dos alaudes, liras e tambores. A festa dura por horas e quando termina já é muito tarde da noite, Dandairan acompanha os heróis até a hospedaria.
No outro dia quando acordam alguns com um pouco de resseca da festa os heróis descobrem que suas coisas foram todas vasculhadas e que todas as adagas que eles já haviam coletado sumiram.
- AHHH !!! NÃO ACREDITO NISSO !!! aquele maldito roubou minhas calcinhas !!! Vou MATAR aquele mini projeto de TARADO !!! Grita Meraxes furiosa de seu quarto onde se escutam explosões magicas e se enxergam saltarem faíscas e clarões.  
Ao voltar no endereço onde estiveram os heróis encontram Dandairan, a espera.
- Nossa como vocês demoraram - Achei que não iam perceber. Diz o elfo.
- Como vocês ousaram remexer meus pertences !! Grita Meraxes e começa a sacudir Dandairan.
- Calma calma foram ordens dele não posso fazer nada!! Diz Dandairan apontado para a esquina.
Quando os heróis se viram lá esta Twining Magbull tranquilamente parado na esquina  escorado em um muro fumando um longo cachimbo. Ao se aproximarem ele lhes estende a mão com um pergaminho enrolado. E antes que alguém fale alguma coisa ele começa:
- Sim sim eu sei foi muito de mal gosto ter ido lá e roubado todas adagas de vocês. - Mas eu não tenho como ter certeza de que vocês tem poder suficiente para ficarem responsáveis por elas sem testar vocês antes. - Então eis o desafio, nesse pergaminho esta o mapa de uma masmorra onde eu escondi a as adagas ela esta repleta de armadilhas e alguns monstros.
- Mas que brincadeira e essa !! Protesta Meraxes.
- Brincadeira? Ora ora mas é claro que você não achou que seira assim tão fácil não é? Debocha o Halfling.
- Se vocês sobreviverem a minha masmorra saberei que são realmente aptos a protegerem as adagas, desejo a vocês boa sorte e dizendo isso Twinig Magbull simplesmente desaparece em peno ar como se tive ficado invisível. (mestre caso o grupo não conte com um ladrão para procurar e desarmar armadilhas os heróis podem pedir que Dandairan vá com eles a um modico preço é claro).

Agora é hora de usar o mapa O Desafio de Twining Magbull nele consta o mapa a relação dos monstros e tesouros bem como dados muito específicos de cada sala da masmorra.

Quando os heróis chegarem a sala 11 encontrarão um baú contendo 80 mil peças de ouro, as adagas magicas, uma tiara do intelecto +6  e uma par de luvas da destreza +6.

FIM…

Nenhum comentário:

Postar um comentário