Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

domingo, 31 de agosto de 2014

Jogo PS4 Apotheon

Apotheon é uma plataforma 2D RPG de ação, definido no rico ambiente da Grécia Antiga. Lançamento em 2014 para o PlayStation 4, o gráfico do jogo é ambientado lembrando a arte grega encontrada em ânforas 


sábado, 30 de agosto de 2014

Menu Mitologias - Isfet Herdeiro do Abismo

ISFET - Herdeiro do Abismo

Isfet, o deus do caos e herdeiro do abismo absoluto. Por mais que eu não estivesse formado, eu sentia. Conhecia tudo que existia em meus domínios, o imenso mar do caos.Porém, o mar era eu próprio, sem ter vontade alguma de tomar uma forma, pois, para que tomar forma quando não se é o herdeiro do nada absoluto? Não via motivo para isso.Até que senti algo sair de mim. Uma presença que não fazia parte de mim, pelo menos não mais. Uma escuridão imensa ocupou parte do meu ser monocromático, do meu mar infinito. Esta escuridão tinha pontos minusculos, brilhantes. Eu a chamei Nix. Depois, e não sei se este depois foi logo ou demorado, já que não me interesso por pensar nisso, senti outra parte de mim mudar. Algo ainda mais escuro que Nix, denso, profundo. Eu o chamei Érebo.Estes dois logo estavam unidos, e comecei a temer que mais deles pudessem surgir e me fazer algum mal. Na verdade, eles aos poucos construíam mundos e reinos onde viviam e governavam. Então achei que seria necessário que eu, o primeiro e absoluto herdeiro do abismo insondável, tivesse meu próprio reino.Resolvi tomar uma forma, mas isso é difícil quando se é colossal. Então, formei com uma pequena parte de mim um corpo.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

MENU Mitologia Nordica: Os Três Grandes Clãs

OS TRES GRANDES CLÃS

Na mitologia nórdica há três "clãs" de divindades: os Æsir, os Vanir e os Lotnar (referenciados como os gigantes neste artigo). A distinção entre o Æsir e o Vanir é relativa, pois na mitologia os dois finalmente fizeram a paz após uma guerra prolongada, ganha pelos Æsir. Entre os embates houve diversas trocas de reféns, casamentos entre os clãs e períodos onde os dois clãs reinavam conjuntamente. Alguns deuses pertencem à ambos os clãs. Alguns estudiosos especulam que esta divisão simboliza a maneira como os deuses das tribos invasoras indo-europeias suplantaram as divindades naturais antigas dos povos aborígenes, embora seja importante notar que esta afirmação é apenas uma conjectura. Outras autoridades (compare Mircea Eliade e J.P. Mallory) consideram a divisão entre Æsir/Vanir simplesmente a expressão dos nórdicos acerca da divisão comum Indo-Européia acerca das divindades, paralela aos deuses Olímpicos e os Titãs da mitologia grega, e algumas partes do Mahabharata.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

MENU Mitologia Indiana: Sarasvati

SARASVATI

Sarasvati (sânscrito: सरस्वती, sarasvatī) é a deusa hindu da sabedoria, das artes e da música e a shákti, que significa ao mesmo tempo poder e esposa, de Brahmā, o criador do mundo.
É a protetora dos artesãos, pintores, músicos, atores, escritores e artistas em geral. Ela também protege aqueles que buscam conhecimento, os estudantes, os professores, e tudo relacionado à eloquência, sendo representada como uma mulher muito bela, de pele branca como o leite, e tocando sitar (um instrumento musical). Seus símbolos são um cisne e um lótus branco.
A esta deusa era consagrado o chamado dia de Savitu-Vrta, normalmente comemorado no dia 16 de maio.
Sarasvati também é o nome de um rio extinto da Índia, do vale do rio Indo, onde se desenvolveu a civilização Sarasvati-Sindhu, por volta de 3000 a.C.. Por causa de mudanças geológicas, esse rio secou em torno de 2000 a.C.. O rio foi redescoberto por satélite no fim do século XX. A redescoberta desse rio levou a uma reinterpretação do desaparecimento da civilização que existia nessa região. Anteriormente, supunha-se que ela havia sido destruída por causa de uma suposta invasão dos arianos; atualmente, acredita-se que a mudança climática local, que transformou a região em um deserto, foi a causa do declínio dessa civilização.

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Conforntos dos Deuses - MEDUSA

Mais um vez vagando pelas profundezas do Youtube eis que encontro algo bem legal um documentário sobre mitologia Grega e a Meduza.



- parte 02      - parte 03    - parte 04    - parte 05    - Todos

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

MENU Mitologia Indiana: Parvati

PARVATI

Parvati (em sânscrito: Pārvatī, पार्वती) ou Maadevi é uma deusa hindu e, nominalmente, a segunda consorte de Shiva, o deus hindu da destruição e renovação (a primeira é Sáti). No entanto, ela não é diferente de Sáti, sendo considerada a reencarnação da ex-consorte de Shiva. É a mãe de Ganesha e de Skanda (Kartikeya). Algumas comunidades também acreditam que ela é a irmã de Vishnu e Shaktas. Ela é considerada como a derradeira Divina Shakti - a encarnação da energia total do Universo.
Em muitas interpretações das escrituras, Parvati é também considerada como uma representação de Shákti, embora com aspecto mais suave do que a deusa mãe, porque ela é uma deusa. Ela é considerada a filha do Himalaia e irmã do rio Ganges.3 Parvati, quando retratada junto com Shiva, aparece com duas armas, mas, quando sozinha, é mostrada com quatro braços, e monta um tigre ou leão.
Geralmente, é considerada uma deusa benigna, mas tem aspectos tanto sombrios, como Durga, Kali, Chandi e os Mahavidyas, como benevolentes, como Mahagauri, Shailputri e Lalita. Às vezes, Parvati é considerado como a suprema Mãe Divina, com todas as outras deusas referidas como encarnações ou manifestações dela. Outras deusas hindus, como Uma, Cali e Durga, costumam ser consideradas manifestações de Parvati

domingo, 24 de agosto de 2014

Menu Artigos: Sereias na Mídia

SEREIAS NA MÍDIA

Ser parte mulher, parte peixe 
As Sereias são filhas do rio Achelous e da musa Terpsícore. Eram lindas e cantavam com tanta doçura que atraíam os tripulantes dos navios que passavam por ali fazendo as embarcações colidirem com os rochedos e afundarem. Odisseu, personagem da Odisseia de Homero, conseguiu salvar-se porque colocou cera nos ouvidos dos seus marinheiros e amarrou-se ao mastro de seu navio, para poder ouvi-las sem se aproximar. As sereias representam na cultura contemporânea o sexo e a sensualidade.
Na Grécia Antiga os seres que atacaram Odisseu eram na verdade, retratados como sendo sereias, mulheres que ofenderam a deusa Afrodite e foram viver numa ilha isolada. Se assemelham às harpias, mas possuem penas negras, uma linda voz e uma beleza única. Segundo a lenda, o único jeito de derrotar uma sereia ao cantar seria cantar melhor do que ela.

sábado, 23 de agosto de 2014

Menu Mitologia Indiana: Lakshmi - Deusa do Amor

LAKSHMI ou LAXIME


é uma personificação do amor em forma feminina do hinduísmo, esposa do aspecto divino Vishnu, o sustentador do universo na religião hindu. É personificação da beleza, da fartura, da generosidade e principalmente da riqueza e da fortuna. Este aspecto divino é sempre invocada para amor, fartura, riqueza e poder. É o principal símbolo da potência feminina, sendo reconhecida por sua eterna juventude e formosura.
Pode ser vista sentada sobre uma flor de lótus, ou segurando flores de lótus nas mãos, e um cântaro que jorra moedas de ouro.
Geralmente atribui-se a Lakshmi o símbolo da suástica, que representa vitória e sucesso. Apadma é o nome dado a Lakshmi, quando representada sem o lótus, ao sair do Oceano.
Foi ela que deu a Indra, o Rei dos Semi-deuses, o soma (ou sangue do conhecimento) do seu próprio corpo para que ele produzisse a ilusão do parto e se tornasse o Rei dos Devas.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Menu Artigos: Sobre Acertos Críticos

SOBRE ACERTOS CRÍTICOS

RPG é a soma de vários fatores que podem ser extremamente viciantes. Desde a mecânica de jogo a interpretação, você tem varios motivos para gostar dele. Mas o fator sorte sempre foi o que rendeu mais histórias. Indiferente do cenário, se ha mecânica de rolagens e verificações, as grandes jogadas de sortes em situações difíceis serão sempre lembradas.

Os críticos, rolagens que são consideradas como jogadas excepcionais, momentos aonde você acaba sendo melhor até do que imaginava podem ser a alegria de um jogador ou o terror de muitos mestres despreparados. O crítico pode arruinar um inimigo mais rápido do que o mestre planejava e acho que talvez por isso, por todo esse fator imprevisível que rola em torno do rpg e sua mecânica que me faz pensar que ser muito detalhista em sua história pode ser perigoso afinal nunca se sabe quando um crítico pode acabar com seu vilão antes do planejado. Saber improvisar deve ser o mínimo que um mestre deve compreender pra manter uma boa campanha… Afinal críticos não costuma vir com aviso prévio. 

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

MENU Mitologia Indiana: Shiva

SHIVA

Shiva ou Xiva é um deus ("Deva") hindu, o Destruidor (ou o Transformador), participante da Trimurti juntamente com Brama (Brahma), o Criador, e Vixnu (Vishnu), o Preservador.
Uma das duas principais linhas gerais do hinduísmo é chamada de xivaísmo, em referência ao deus.
Na tradição hindu, Shiva é o destruidor, que destrói para construir algo novo, motivo pelo qual muitos o chamam de "renovador" ou "transformador". As primeiras representações surgiram no período Neolítico (em torno de 4.000 a.C.) na forma de Pashupati, o "Senhor dos Animais". A criação da ioga, prática que produz transformação física, mental e emocional, portanto, intimamente ligada à transformação, é atribuída a ele. 
Shiva é o deus supremo (Mahadeva), o meditante (Shankara) e o benevolente, onde reside toda a alegria (Shambo ou Shambhu). O trishula o tridente que aparece nas ilustrações de Shiva é o trishula. É com essa arma que ele destrói a ignorância nos seres humanos. Suas três pontas representam as três qualidades dos fenômenos: tamas (a inércia), rajas (o movimento) e sattva (o equilíbrio). A naja é a mais mortal das serpentes. Usar uma serpente em volta da cintura e do pescoço, simboliza que Shiva dominou a morte e tornou-se imortal. Na tradição da ioga, ela também representa kundalini, a energia de fogo que reside adormecida na base da coluna. Quando despertamos essa energia, ela sobe pela coluna, ativando os centros de energia (chakras) e produzindo um estado de hiperconsciência (samádhi), um estado de consciência expandida.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

COMBOS DE D&D PARTE 02

Depois de um período peregrinando pelas entranhas da internet a procura de combos e progressões de D&D 3.5 (minha eterna paixão) trago para vocês alguns dos frutos de minhas pesquisas espero que gostem. Peçoo que comentem algum erro ou dúvida. E assim que possível colocarei builds mais completas e detalhadas. 

LADINO ASSASSINO

Infelizmente, este combo não é mais válido em todos ataques, pois sempre há uma errata nova para equilibrar o jogo: a habilidade de fintar como ação livre da classe Invisible Blade só pode ser usada uma vez por rodada. De qualquer forma, antes da errata ele sempre foi o personagem ideal para causar muito dano e esperar seu oponente morrer, e a classe Swordsage ainda tem muito potencial para reerguer o ladino depois dessa queda. Não vai ser mais um duelista, mas vai ter muito menos restrição e vai causar muito mais no campo de batalha.

Raça: humano, pois precisa de talentos.

Swordsage 2 / Ladino 13 / Invisible Blade 5 (não necessariamente nessa ordem)Vamos ver, então:A cada ataque que acertar, o dano é igual a 1D4 (adaga) + 7D6 (ataque furtivo dos níveis de ladino) + 3D6 (ataque furtivo dos níveis de Invisible Blade), + destreza, e mais 2 pontos de dano em Força por ataque sem que ninguém esteja do seu lado. 

terça-feira, 19 de agosto de 2014

MENU Mitologia Indiana: Vixnu

VIXNU

Na mitologia hindu, Vishnu, também grafado Vixenu e Vixnu (em hindi विष्णु, transl. Vishnu, da raiz sânscrita vishva, "tudo"), é o deus responsável pela manutenção do universo. Juntamente com Xiva (Shiva) e Brama (Brahma), forma a trimúrti, a trindade sagrada do hinduísmo.
Nas duas representações mais comuns de Vishnu, ele aparece flutuando sobre ondas em cima das costas de um deus-serpente chamado Shesh Nag, ou flutuando sobre as ondas com seus quatro braços, cada mão segurando um de seus atributos divinos: uma concha, um disco de energia, um lótus e um cajado. A concha se chama Pantchdjanya e possui todos os cinco elementos da criação: ar, fogo, água, terra e éter. Quando se assopra nessa concha, pode se ouvir o som que deu origem à todo o universo, o Om.
O disco ou roda de energia de Vishnu se chama Sudarshana e representa o controle dos seis sentimentos, servindo de arma para cortar a cabeça de qualquer demônio.
O lótus de Vishnu se chama Padma. É o símbolo da pureza e representa a verdade por trás da ilusão.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

MENU Mitologia Indiana: Brahma

BRAHMA

Brama, Brahma ou Bramá é o primeiro deus da Trimúrti, a trindade do hinduísmo (os outros deuses são Vishnu e Shiva). Brama é considerado, pelos hindus, a representação da força criadora ativa no universo. A visão de universo pelos hindus é cíclica. Depois que um universo é destruído por Shiva, Vishnu se encontra dormindo e flutuando no oceano primordial. Quando o próximo universo está para ser criado, Brama aparece montado numa flor de lótus brotada do umbigo de Vishnu e recria todo o universo.
Depois que Brahma cria o universo, ele permanece em existência por um dia de Brahma, que vem a ser aproximadamente 4 320 000 000 anos em termos de calendário hindu. Quando Brahma vai dormir, após o fim do dia, o mundo e tudo que nele existe é consumido pelo fogo. Quando ele acorda de novo, ele recria toda a criação, e assim sucessivamente, até que se completem 100 anos de Brahma.

domingo, 17 de agosto de 2014

Batman Ataque ao Arkham

BATMAN ATAQUE AO ARKHAM

Gotham está em grande perigo, quando o governo une um grupo de vilões – chamados de Esquadrão Suicida – para fazer com que eles invadam o Asilo Arkham e recuperarem a informação secreta que foi roubada pelo Charada. As coisas começam a piorar quando Harley Quinn liberta o Coringa, com a intenção de explodir Arkham e toda Gotham City. Cabe ao Batman impedir o Coringa e todo o Esquadrão Suicida.



Link para assistir online: Batman Ataque ao Arkham

sábado, 16 de agosto de 2014

MATERIAL FREE DE D&D - Considerações


A internet é uma ferramenta maravilhosa para fãs de um determinado jogo de rpg, mas muitos as vezes esquecem de procurar nos locais mais óbvios. O site da Wizard of the Coast mesmo, recheado de sessões interessantes com mapas e classes totalmente gratuitas para os fãs de D&D (ok, talvez nessa nova edição você tenha que pagar, alguém me ajuda nessa pergunta?). Buscando no site uma informação recentemente encontrei a sessão Previous Edition Downloads com download gratuito (free, grátis, na faixa, de boa, de bobeira, na mamata, dado… Enfim… Você entendeu) de material das antigas edições de D&D. Aventuras, mapas,  dungeons e regras alternativas para a primeiro e segunda edição (AD&D). 

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Warlords of Draenor

Trailer Cinemático em português 

Menu Artigos: Animais no RPG

ANIMAIS NO RPG

Druidas e Rangers possuem companheiros animais. Os Magos e Feiticeiros possuem seus familiares. Em qualquer outro mundo ou gênero animais estão presentes ajudando ou atrapalhando nossa vida. Muitas vezes a gente esquece deles, partes muito divertidas de um filme são voltados a brincadeiras com animais. Não sou nenhum fã dos filmes de animais que minha mãe caça loucamente em cada canal de filmes, mas posso dizer que saber utiliza-los pode ser divertido. Pessoas capazes de falar com animais podem descobrir o quão sarcastico pode ser a forma com que os animais nos vêem que criamos tantas complexas situação diante de tanta simplicidade que é a vida cotidiana… Vamos a alguns exemplos:

Animais como criaturas sábias: É valido observar que em culturas mais antigas os animais são considerados criaturas sábias, sabem incriveis segredos e muitas vezes salvam a vida dos grandes herois. O corvo de O Hobbit que o diga.

Animais como criaturas engraçadas: Ok, já falei até lá em cima. Criaturas com uma visão irônica de nós ou que sejam engraçados em seus costumes. Filmes como Doutor Dolliter ou sei lá como se escreve dizem muito bem o que quero dizer…

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Menu Mitologia Grega: As Horas

AS HORAS

As Horas eram originalmente deusas do ano, das estações climáticas e da ordem natural da natureza. Mais tarde passaram a personificar também a ordem humana e social. Associadas com as Moiras que eram suas meias-irmãs, cuidaram de Hera na sua infância e foram suas servas, ajudaram no aperfeiçoamento de Pandora e assistiram o nascimento de Hermes e Dioniso. Eram as guardiãs das portas do Olimpo organizando a passagem das estrelas e participavam do cortejo de Afrodite e dos demais deuses e deusas relacionados ao trabalho agrícola e à passagem das estações como Perséfone. Serviam e eram encarregadas de guardar a ambrosia que era o alimento dos deuses e oferecê-lo aos humanos que viessem a merecer a imortalidade e a divinização.
Muito tempo depois, as Horas passaram a personificar a divisão do dia.Filhas de Zeus e Têmis, as mais velhas e mais conhecidas eram Eirene, Eunômia e Dikê. Posteriormente surgiram as demais Horas: Auxo, Acme, Anatole, Disis, Dicéia, Euporia, Gimnásia, Talo e Carpo. Na versão arcaica ateniense, as Horas cultuadas pelos camponeses eram representadas como jovens rodeadas de flores coloridas, vegetação e outros símbolos de fertilidade. Originalmente representavam apenas três estações do ano: primavera, verão e outono e na versão mais conhecida das eras helenística e romana, as Horas eram:

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Menu Contos: A Rosa Encantada

A ROSA ENCANTADA

Toda a riqueza e o conforto de que dispunha não faziam daquela jovem princesa uma pessoa plenamente feliz. Faltava-lhe algo! 
Havia um imenso e angustiante vazio em sua vida. 
Aflita, a herdeira do trono mandou chamar um ancião, conhecido por sua sapiência. Confessou-lhe a sua inquietação e rogou-lhe ajuda. 
O velho sábio, afagando os cabelos da jovem, sorriu e lhe falou: 
Está bem, alteza, daqui a três luas nascerá no jardim, ao amanhecer, a mais bela flor que os seus verdes olhos já viram... 
Será uma rosa encantada que trará em si a beleza, o perfume e o encantamento que lhe darão a alegria de que sentis tanta falta. 
A jovem sorriu, agradecida. 
Mas o velho advertiu: tende cuidado! A flor é sua e cabe-lhe o dever de cuidar dela... Caso contrário, perder-se-á a flor... Perder-se-á o encanto! 
A jovem aguardava, ansiosa, o momento de conhecer a flor encantada... 
Todos os dias ela ia até o jardim, para ver se já não teria nascido a sua rosa... Entretanto, encontrava apenas as flores comuns. 
Mas, na data prevista, aos primeiros raios do amanhecer, fez-se um burburinho no jardim, bem sob a janela da jovem princesa. 

LISTA DE TALENTOS / FEATS DE D&D


Ola amigos segue um link com uma imensa lista de talentas do site da Wizards acredito que será muito útil

TALENTOS / FEATS

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Menu Artigos: A Transformação de Humanos em Zumbis

A TRANSFORMAÇÃO DE HUMANOS EM ZUMBIS

Uma das diversões em se assistir a histórias sobre zumbis está exatamente no absurdo da situação: você nunca verá pessoas apodrecendo e passeando pela cidade quando sai às rua para alguma tarefa, certo?!
Pois comece a se preocupar, aparentemente a transformação de humanos em zumbis é possível, pelo menos teoricamente. Steven C. Schlozman, um professor assistente de psiquiatria da Universidade de Harvard, escreveu um livro intitulado “The Zombie Autopsies” (As autópsias do zumbi) em que cria uma série de contos ficcionais sobre o assunto.


                                   (Fonte da imagem: Nerd Store)

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Menu Mitologia Grega: Aiakos o Juiz

AIAKOS - O JUIZ

Aiakos ou Aeacus era o filho de Zeus e Aegina que foi levada por Zeus à ilha deserta de Enone depois chamada de Aegina. Sendo um dos filhos preferidos de Zeus, o deus dos deuses tentou fazê-lo imortal porém as Parcas - o destino - impediram. Aiakos cresceu e fez da ilha um próspero reino, tornando-se famoso por seu senso de justiça e compaixão.  Devido às suas qualidades, ele era convocado em toda a antiga Grécia para presidir os julgamentos.
Porém quando Hera, a esposa de Zeus, descobriu a infidelidade, enviou uma terrível seca e uma praga que dizimou tudo na ilha. A devastação da ilha começou sob um sol escaldante que deixava homens e animais em agonia. Os solos tornaram-se inférteis, os poços e mananciais secaram e a pouca água que restava foi envenada por milhões de serpentes. A ilha foi se transformando num deserto desolador até que Aiakos suplicou ajuda a seu pai, o rei dos deuses.
Imediatamente ouviu-se um trovão e Zeus fez chover na ilha fazendo cessar o calor e trazendo água pura aos riachos e fontes, porém era tarde demais pois toda população e animais tinham perecido. Apesar disso, Aiakos se propôs a recomeçar e reconstruir seu reino. 
Semeou e cuidou das plantações que floresceram formando grandes árvores.Sentado debaixo de um frondoso carvalho, Aiakos viu uma multidão de formigas ocupadas com seu trabalho subindo o tronco carregando grãos. Sozinho na ilha, Aiakos desejou intensamente ter uma população na ilha tanto quanto aquelas inúmeras formigas. 

domingo, 10 de agosto de 2014

Menu Mitos e Lendas: Slenderman

O SLENDER MAN

Slender Man ou Slenderman (em português: Homem Esguio - tradução livre) é um personagem fictício que se originou como um meme da internet criado pelo usuário Eric Knudsen (aka "Victor Surge") no fórum de discussão Something Awful em 2009. Ele é descrito como semelhante a um homem magro, anormalmente alto, com um rosto branco e geralmente inexpressivo e que veste um terno preto. Histórias do personagem comumente apresentam-lhe como um perseguidor ou sequestrador de pessoas, principalmente de crianças. O Slenderman não se limita a uma única narrativa, mas aparece em muitas obras díspares de ficção, em sua maioria compostas online.
O Slender Man é descrito como muito alto e magro, com braços anormalmente longos, que podem se estender para intimidar ou capturar presas. Tem uma cabeça branca, não tem rosto,não tem cabelo e usa um terno preto. Está normalmente associado a floresta. Consegue apagar a memoria de suas presas, além de causar alucinações e desespero em suas vitimas, fazendo com que elas sejam capturadas rapidamente O Slender Man foi chamado de "O primeiro grande mito da web" mas pode ser na verdade um jeito do criador ter retratado o monstro que supostamente o perseguia.

sábado, 9 de agosto de 2014

TOP 10 MMORPG GRATUITOS

Ola amigos da Arcanoteca, em noites sem sono vagando pelo Youtube eis que me deparo com um excelente Top 10 MMORPG justamente com os jogos que eu mais gosto. Espero que gostem também: 



Lista com os links:


sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Menu Mitologias: O Confronto dos Deuses

O CONFRONTO DOS DEUSES

Vagando pelo youtube me deparei com esse documentário, certamente uma visão um tanto diferente para não dizer curiosa. 

Sinopse:
O deus mais poderoso da mitologia grega enfrenta seu pai em uma luta pelo controle do Universo. Os deuses desafiam os titãs no que será a grande batalha do Olimpo. Os especialistas acreditam que esta batalha pode ser uma metáfora para um evento cataclísmico ocorrido no mundo antigo. Desde a Antiguidade, sempre existiu o mito da eterna luta entre o bem e o mal. As diferentes mitologias sempre serviram como guia para cada sociedade, expressando seus valores, crenças e aspirações. Prepare-se para conhecer estes fantásticos mundos: o Labirinto do Minotauro, Thor, Beowulf, Medusa... Prepare-se para conhecer a fúria dos Deuses.


quinta-feira, 7 de agosto de 2014

BRINICLE - O DEDO DA MORTE

Como tambem somos um blog que apresenta curiosidades hoje para vocês um fenômeno natural raro, que ocorre apenas em águas geladas, foi filmado pela primeira vez na Antártida, por uma equipe da BBC. Conhecido como “brinicle”(sem tradução) ou tambem chamado "Dedo da Morte", o fenômeno consiste em colunas de gelo que se formam no interior do oceano, matando todos os seres vivos de que se aproxima.
O Dedo da Morte se forma em mares muito calmos, onde a temperatura do ar é muito mais baixa do que a temperatura da água. Assim, uma pequena geleira é formada na superfície, com uma concentração altíssima de sal. Por ser muito gelada e salgada, sua densidade é maior que a água embaixo dela. Isso a faz cair, criando uma coluna de gelo que cresce sem parar.
Ao chegar ao fundo do oceano, o brinicle se expande pelo chão, matando todos os seres vivos de que se aproxima, como as estrelas do mar. Esse processo leva no total de cinco a seis horas, segunda a equipe da BBC. O vídeo mostra a formação completa de um brinicle por meio da técnica de time-lapse, o que reduziu o fenômeno a menos de dois minutos.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Menu Artigos: O Gato e a Espiritualidade.

O GATO E A ESPIRITUALIDADE 


Quem não se relaciona bem com o próprio inconsciente não topa o gato. 
Ele aparece, então, como ameaça, porque representa essa relação precária do homem com o (próprio) mistério. 
O gato não se relaciona com a aparência do homem. Ele vê além, por dentro e pelo avesso. Relaciona-se com a essência. Se o gesto de carinho é medroso ou substitui inaceitáveis (mas existentes) impulsos secretos de agressão, o gato sabe. E se defende do afago. A relação dele é com o que está oculto, guardado e nem nós queremos, sabemos ou podemos ver. Por isso, quando surge nele um ato de entrega, de subida no colo ou manifestação de afeto, é algo muito verdadeiro, que não pode ser desdenhado. É um gesto de confiança que honra quem o recebe, pois significa um julgamento. O homem não sabe ver o gato, mas o gato sabe ver o homem. Se há desarmonia real ou latente, o gato sente. Se há solidão, ele sabe e atenua como pode, ele que enfrenta a própria solidão de maneira muito mais valente que nós. Nada diz, não reclama. Afasta-se. Quem não o sabe "ler" pensa que "ele" não está ali. Presente ou ausente, ele ensina e manifesta algo. Perto ou longe, olhando ou fingindo não ver, ele está comunicando códigos que nem sempre (ou quase nunca) sabemos traduzir. O gato vê mais e vê dentro e além de nós. Relaciona-se com fluídos, auras, fantasmas amigos e opressores.O gato é médium, bruxo, alquimista e parapsicólogo. É uma chance de meditação permanente a nosso lado, a ensinar paciência, atenção, silêncio e mistério.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Menu Mitos e Lendas: O Carazi (Creepy Pasta)

O CARAZI

Hoje vou falar sobre um assunto um tanto tenso. É a história de uma coisa que algumas pessoas afirmam já ter visto e que talvez alguns dos que leiam essa postagem irão se identificar. Desde já aviso para aqueles que tem problemas em dormir à noite, para não ler essa postagem porque a informação contida nela pode acabar sendo impactante demais. Bom, existem relatos de uma criatura chamada Carazi, que algumas pessoas afirmam já ter visto pela noite em algum lugar da casa. O que se sabe sobre ele é que aparenta ser um menino de seis anos de idade, porém o que o diferencia de uma criança normal é que o olho dele é totalmente negro, sem íris e no escuro causa certo reflexo, ele também não tem uma boca, onde deveria ter uma, há apenas pele como no resto do rosto. Alguns também dizem que ele tem garras nas mãos ao invés de dedos.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

II FESTIVAL MEDIEVAL - CHARQUEADAS RS 2014

Ola amigos da Arcanoteca, ocorreu neste sábado dia 02 de agosto o 2º Festival que celebra a Idade Média na cidade de Charqueadas - RS organizado pela Epic.
A feira medieval contou com muitos participantes (cerca de 300 pessoas) todos, caracterizados como personagens da época. O evento contou com muitas atividades como arremesso de lança, arquearia entre outros, também contou com espetáculos de musica dança. A comida e bebida era farta e a vontade. Tudo estava incluído no valor dos ingressos que foram vendidos antecipadamente pela internet (valores entre 55 a 90 R$ divido em lotes). Abaixo temos fotos do evento. 


 

Menu Contos: Os Malditos

Mais um Conto tenebroso aos nossos queridos leitores.


OS MALDITOS

Dia 23 de Dezembro de 2009, mal sabia eu que um dia normal como tantos outros vividos por mim acabaria da maneira mais inesperada possível. Algo mudou tudo drasticamente, um erro talvez, não um erro comum. Nesse dia minha vida mudou, a vida de todos mudou. A da maioria acabou. Meus olhos nunca mais viram da mesma forma, o cheirode morte no ar, fedor insuportável e tão mórbido que até adormece minhas narinas. Meu corpo nunca foi tão testado, levei-o ao limite, mais do que o suportável, mas não mais do que o necessário. A vida de antes tida por alguns como o inferno, agora é para todos, pelo menos para os que restaram o paraíso perdido ao qual sonham em voltar. Dia amaldiçoado ao qual desejaria nunca ter acontecido.
Eram cerca de 17 horas e 40 minutos, me lembro de ter olhado no relógio um pouco antes, voltava do meu curso de inglês, bastante feliz por te-lo terminado e também por ainda estar de ferias, andava distraído ate que algo me assustou, um estrondo alto, parecia com uma batida de carro, logo a frente percebi que haviam varias pessoas descendo uma rua correndo e berrando feito loucas, algumas pareciam estar ensanguentadas percebi também que havia um acidente na direção que eles corriam achei tudo aquilo muito estranho e parei para observar, nesse instante vi que as pessoas correndo não estavam correndo de algo com um assalto ou coisa parecida e sim umas das outras, atacavam-se como animais. Havia pessoas ao meu redor, estavam como eu, parados, horrorizados com as cenas que viam, ao longe se ouvia uma sirene.

sábado, 2 de agosto de 2014

Menu Mitologia Nordica: Anões

ANÕES 

 "Conta a cosmologia nórdica, que os Anões surgiram quando os Aesir mataram o gigante Ymir, e os anões começaram a brotar do corpo do gigante, como se fossem vermes, e se estabeleceram no reino de Svartalfheim, o reino dos elfos escuros, e estes muitas vezes eram confundidos com os Anões. Em alguns contos não há distinção entre um e outro, para alguns ambos seriam as mesmas criaturas.

Os anões seriam criaturas telúricas, detinham as habilidades mágicas, manuais. Deixavam ser avistados pelos homens próximos a grutas e entradas de minas e conheciam bem os tesouros escondidos. Sua habilidades como ferreiros era conhecida por todos nos nove mundos. Eles ainda eram conhecidos por qualidades como, incrível destreza, por sua longevidade, por serem egoístas, mesquinhos e ávidos por riquezas.

Sua aparência é descrita como sendo seres de cabeça grande, sempre com uma barba comprida, rosto franzino, pernas curtas e tronco atarracado. Usavam roupas de couro, e um avental onde carregavam suas ferramentas, e ainda possuíam gorros que os fazia desaparecer assim que os colocassem no meio da névoa. Não existiam anões do sexo feminino, por isso eles sempre copulavam com deusas e com mortais em troca de jóias, armas e outras objetos por eles fabricados. Como é o caso do colar da deusa FREYJA, que para consegui-lo ela teve relações com os quatro anões que fizeram a jóia.

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

HQ Digital de Zumbis "Nem Morto"

Pessoal trago para vocês um link muito legal, que segue abaixo, com a historia de um zumbi que mantem a consciência a menos que se irrite. Humor garantido com muitas situações criativas do autor, eu recomendo !


 http://nemmorto.com/

CLIQUE AQUI