Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

sábado, 11 de junho de 2016

Menu Artigos: Amazonas para Gurps RPG

AMAZONAS PARA GURPS RPG



As amazonas têm um sistema de vida bastante peculiar. Em primeiro lugar, todas são mulheres, grande parte, bonitas, e todas devotas da deusa Diana.

Vivem em pequenas cidades dentro de florestas, em casas construídas em clareiras e no alto das árvores (onde vivem as amazonas mais importantes da aldeia). A localização da aldeia das amazonas é secreta; apenas elas têm esse conhecimento. Os arredores da tribo são vigiados por amazonas escondidas no alto de árvores e armadas de, no mínimo, arcos e flechas, para protegê-las de possíveis ataques. São raras as pessoas ou coisas que entram, ou saem, da aldeia sem o conhecimento das amazonas.

A aldeia das amazonas é praticamente uma grande cidade concentrada em algumas casas. As amazonas têm o conhecimento da forja, escrita, magia, artes, luta com ou sem armas, religião (qualquer uma, mas a crença em Diana é obrigatória), fabricação de vidro, administração, enfim, tudo o que possa existir em uma grande cidade, exceto tavernas (as amazonas não podem ter vícios dentro da aldeia), estalagens (não há visitantes para usá-las), antros de prostituição (primeiro, por motivos óbvios. Segundo, porque as amazonas são proibidas de orgias).

Como graça por serem devotas de Diana, a deusa lhes concede um poder especial. Todas as amazonas têm o poder de encantar um muiraquitã. Os muiraquitãs são objetos feitos com o lodo encontrado no fundo dos lagos que, depois de secos, se transformam em jade. Apenas as mulheres com a graça da deusa Diana têm esse poder. Esse encanto, oferecido a essas mulheres, consiste em proteger da má sorte o felizardo que ganhou a pedra. As amazonas devem saber moldar o jade, ainda mole, em qualquer coisa, geralmente um lagarto, sapo, boto, peixe ou outro animal de pequeno porte. O muiraquitã só fica encantado quando for presenteado a alguém por uma amazona. Ele não funcionará se for roubado, achado ou apenas entregue à outra pessoa. Ele deve ser presenteado, como sinal de agradecimento ou afeto de uma guerreira de Diana.

As amazonas aprendem desde cedo a arte da luta. São peritas em lutas com lanças, espadas curtas e arcos, bem como em camuflagem, sobrevivência em florestas e em cavalgar.

Segundo a deusa Diana, o mundo está repleto de monstros e criaturas ainda imperfeitas. Os humanos estão muito envolvidos com dinheiro, os anões com guerras, e os orcs, então, nem se fala. Os elfos, raça criada pela deusa, são os seres mais perfeitos existentes no mundo. Sabem respeitar uns aos outros e a natureza. Agem com mais sabedoria e destreza que os outros, têm talentos para as mágicas e as artes, sem falar que vivem por mais tempo e são mais bonitos, elegantes, inteligentes e simpáticos por natureza. Por esse motivo, as elfas são as mais respeitadas na sociedade amazona. Mulheres humanas, gigantes, orcs, anãs ou de qualquer outra raça humanóide são aceitas, desde que aceitem o modo de viver da aldeia e tenham, no mínimo, aparência +1, ou sejam filhas de uma amazona.

A Idéia de Diana é criar um mundo perfeito, feito pelo que há de melhor em todas as raças. Por isso, as mulheres mais belas são respeitas na sociedade amazona.

A amazona mais bonita e apta para liderar a aldeia recebe da própria Deusa o posto de líder. As mais aptas recebem os títulos de guias espirituais, professoras, etc, escolhidas pela líder, que também escolhe, pela beleza, as amazonas que deverão ficar com os títulos de guardas, soldadas e guerreiras da aldeia.

Apenas a líder da aldeia e as guias espirituais mais experientes conseguem ter algum contato com Diana, mas, quando o tem, essa ligação será quase como uma amizade entre as amazonas e a Deusa. Como a sociedade das amazonas é supervisionada quase que praticamente pela própria deusa protetora, a aldeia é próspera e praticamente sem crimes.

Há apenas amazonas mulheres por um simples motivo: Diana não quer que o começo da sua sociedade perfeita comece com todas essas intrigas que a atração sexual e os problemas entre sexos causam. Como a Deusa é uma mulher, preferiu que a sociedade perfeita fosse composta inicialmente apenas por mulheres. Algum dia, talvez, Diana permita que as amazonas recebam homens na aldeia. Por enquanto, apenas mulheres. A intenção da deusa é fazer a raça mais bela e inteligente já existente.

Todas as amazonas são unidas e capazes de morrer umas pelas outras, se necessário. Todas elas se conhecem quase que intimamente, tratando umas às outras como irmãs, às mulheres mais velhas como mães e, às mais experientes, como conselheiras.

Para dar continuidade às amazonas (afinal, mulheres não podem se reproduzir entre si mesmas), as amazonas costumam raptar os homens mais bonitos que encontram, afim de que o fruto da união entre eles seja o mais perfeito possível. Após a noite de sexo avassalador, o homem deve ser liberto, longe da aldeia, à noite, de forma que não consiga descobrir como retornar à aldeia.

As crianças que nascem ficam aos cuidados de todas as amazonas. A mãe é a maior responsável pela criança, mas todas cuidam dela como se fossem suas. As meninas devem continuar vivendo dentro da aldeia. Os meninos devem ser levados quando completarem o primeiro ano de vida, secretamente, por uma amazona responsável, até uma igreja de um deus bondoso, que não obrigue o celibato. Desta forma, os meninos perfeitos que as amazonas criaram serão levados para o bom caminho, e, como são geralmente crianças belas e saudáveis, continuarão podendo ter filhos, gerando a raça perfeita de Diana pelo resto do mundo. Caso ocorra a infelicidade de nascer uma criança feia, ou com algum defeito físico que interfira na beleza, ela deverá ser levada após o seu primeiro ano de vida a uma igreja de um deus bondoso, desde que o celibato seja obrigatório.

Como as meninas crescem sem poder sair da aldeia, a maioria das jovens amazonas são tímidas perante pessoas estranhas, principalmente se forem homens. As amazonas também crescem aprendendo sobre a raça perfeita de Diana (praticamente um arianismo) e, por isso, são, na sua maioria, preconceituosas perante qualquer humanóide que tenha uma aparência abaixo da média.
Todas as amazonas devem permanecer dentro da aldeia. A saída de qualquer mulher deve ser avisada à líder da aldeia, ou àquela que estiver ocupando o seu lugar, caso esteja ausente. A saída também deve ter um bom motivo, e só será aceita caso a líder permita. Se uma amazona se retirar da aldeia sem avisar ou sem permissão, será considerada uma fugitiva. As fugas são punidas com a prisão.

As amazonas devem ficar grávidas o máximo possível. Uma vez por ano, há a noite da Tradição, onde as mulheres devem fazer sexo com o intuito de engravidar. A gravidez nas amazonas deve ocorrer apenas nesse período. Se uma amazona ficar grávida fora desse tempo, será imediatamente presa e será enforcada assim que a criança nascer.

Um mês antes do dia da Tradição, as amazonas aptas em lutas devem sair da aldeia em busca de humanóides masculinos. Elas pesquisam em todos os lugares em buscas dos homens mais inteligentes e bonitos. Assim que são encontrados, o dever da amazona é de captura-lo e levá-lo à aldeia sem feri-lo (por incrível que pareça, isso é uma tarefa muito fácil. São raros os homens que não desejam acompanhar as amazonas).

Após a noite da Tradição, os homens são presenteados com os muiraquitãs, como sinal de agradecimento. Qualquer outra pessoa que prestar um serviço a uma amazona poderá ser presenteada com uma dessas pedras, até mesmo uma outra amazona.

Embora dominem muito bem a arte da forja, são poucas as amazonas que prefiram usar armaduras de metal. No meio da floresta, isso é completamente desnecessário. Elas também preferem usar armas leves e rápidas.

As amazonas como personagens para GURPS

Vantagens e Desvantagens


Todas as amazonas filhas de amazonas devem ter no mínimo aparência normal (não é só porque os seus pais são bonitos que você também precise ser uma beldade). Uma mulher de fora aceita dentro da aldeia deve ter aparência +1 ou mais, junto com antecedentes incomuns. Voz melodiosa e carisma são muito bem quistos entre as mulheres-guerreiras, mas não obrigatórios.

A cada 2 pontos de bônus em um teste de reação (em aparência física, os bônus devem ser considerados para mulheres, ou seja, uma amazona muito bonita terá apenas um bônus de +2, e não de +6, pois este é o bônus feito para a reação de homens) a amazona terá um desconto de 5 pontos para comprar Status (esse Status valerá apenas dentro da aldeia das amazonas).

Todas as amazonas devem ter Senso de dever: para com as amazonas (-10 pontos) e o Código de Honra das Amazonas (-5 pt). Elas devem proteger umas às outras e fazer de tudo para dar prosseguimento à raça de Diana, como por exemplo, evitando ferir qualquer homem de aparência +1 ou mais, ou conhecidos por sua alta inteligência.

Desvantagens como honestidade, timidez e intolerância podem ser compradas, mas não são obrigatórias. Como as amazonas já nascem aprendendo sobre o arianismo (o mito da raça perfeita), todas devem ter fantasia (-5). Uma amazona é proibida de comprar a desvantagem Cobiça (elas não dão muito valor ao dinheiro dentro da aldeia).

Poder especial

Todas as amazonas sabem como encontrar jade e como moldá-lo na forma que quiser. Quando presenteados a alguém especial, essa pedra de jade, agora chamado muiraquitã, terá o poder de proteger o seu dono contra o azar.

Se o seu personagem possuir um muiraquitã, o jogador pode, apenas uma vez, mas quando quiser, usar o poder da pedra para mudar como quiser uma jogada de dados. Antes de uma jogada de dados, à escolha do jogador, ele deve anunciar ao mestre que quer usar o poder do jade para ajudá-lo. Depois disso, os dados não precisam mais rolar. O jogador conseguirá a quantia máxima na jogada ou, se preferir, irá tirar o número que desejar, desde que ele seja possível naquela jogada de dados. Por exemplo, se um personagem tiver NH15 em machado e causar 2D de dano, ele poderá usar o poder da muiraquitã em uma dessas jogadas. Se ele quiser interferir na jogada do ataque, ele poderá dizer a quantia que quiser, como 1, 1 e 1, ou seja, sucesso decisivo. Se preferir usar o poder da pedra no dano, ele poderá dar 12 de dano (o máximo) com o machado. Caso o jogador preferir escolher uma outra quantia, que não seja a máxima, ele poderá faze-la, desde que não seja impossível (como querer dar 1 ponto de dano com um machado que dá 2D).

A pedra mágica pode funcionar em jogadas de dados que não sejam do jogador. Por exemplo, se o seu personagem estiver lutando, o jogador poderá usar o poder da pedra para controlar uma vez a jogada de dados do seu adversário. Ele pode, se quiser, fazer o inimigo tirar 6, 6 e 6 em uma das jogadas (falha crítica).

O muiraquitã não funcionará se for achado ou roubado. Se uma pessoa ganhar uma dessas pedras e presentear uma outra pessoa, sem usá-la, a pedra continuará funcionando.

A sociedade das amazonas


Todas as amazonas ganham a perícia “conhecimento de terreno: aldeia”, com um NH igual à sua IQ. Todas devem, também, ter uma função na sociedade, como ferreiras, vidreiras, mestras e, se o jogador pagar o custo necessário, até mesmo um membro importante da aldeia.

A líder da aldeia, geralmente a mulher mais maravilhosa de todas as amazonas, deve ser e se manter virgem, pois ela é prometida a um dos deuses do panteão. Diana pretende oferecer a mão da líder-amazona a um deus bondoso para formar uma aliança entre os dois deuses, que poderá ajudar em muito na formação da raça ariana. Além do mais, a virgindade da líder é o maior exemplo às amazonas de que sexo não é tão importante quanto diz o mundo lá fora. Se a líder perder a virgindade, Diana imediatamente o saberá e colocará outra amazona no cargo de líder. Dependendo do motivo da perda da pureza da ex-líder, ela poderá ser perdoada ou sofrer a punição que a própria deusa estipular. As outras amazonas não precisam se manter virgens, a não ser as jovens com menos de 15 anos. A partir dessa idade, as amazonas poderão participar do Dia da Tradição.

A líder e guias espirituais das amazonas têm contato direto com Diana. No caso da líder, ela deve ter clericato (+10 pt) e abençoado (+20). As guias espirituais ou as “clérigas” da aldeia devem gastar, no mínimo, 25 pontos com essas vantagens para conseguir ter algum contato com Diana.

A verdadeira localização da aldeia das amazonas é sabido apenas pelas próprias mulheres-guerreiras. Ela fica escondida no meio de uma floresta que o mestre poderá adaptar de acordo com o seu mundo. Se um viajante desapercebido adentrar a floresta, as amazonas de guarda o saberão e o vigiarão secretamente até a sua saída. Se ele se aproximar demais da aldeia, elas deverão fazer de tudo para afastá-lo ou mudar o seu rumo. Nos piores casos, eles serão rendidos e levados até o outro lado da aldeia, na direção em que o viajante antes tomava. Dessa forma, ele pensará duas vezes antes de entrar novamente naquela mata, continuará sem saber a localização da aldeia, não sairá ferido e, ainda por cima, fará a viagem pela floresta que limita a aldeia misteriosa sob a proteção de algumas belas guerreiras. O pior que pode acontecer a esse viajante é ele ser um homem bonito que caminhava por ali justamente no dia da Tradição (nesse caso, talvez isso não seja o pior que possa acontecer).

Aventuras de uma amazona


A aldeia das amazonas é calma e pacífica e, por isso, não oferece muitos ganchos para aventuras que se passem dentro dela. Uma amazona passará suas grandes aventuras geralmente do lado de fora da sua tribo.

Constantemente, uma amazona poderá sair da aldeia sob permissão ou pedido da líder, para alguma missão importante. Como a aldeia é praticamente auto-suficiente, as amazonas não precisam fazer muito comércio. As amazonas comerciam apenas com os anões, que vendem minérios para a aldeia.

A principal missão que poderá levar uma amazona para fora da aldeia é a busca de homens para o dia da Tradição. Elas poderão procura-los onde quiser, no prazo máximo de um mês, mas, enquanto se manterem fora da aldeia, não devem ter relações sexuais.

As amazonas podem sair em busca de mulheres, também. Se uma não-amazona atrair a atenção de uma das mulheres-guerreiras pela beleza, inteligência, carisma ou habilidades, ela poderá acabar sendo capturada para se tornar uma amazona. Se essa não for a vontade da novata, deverá ser devolvida no mesmo lugar que fora encontrada, o mais rápido possível, e de forma que não consiga descobrir a localização da aldeia. Ela só terá esse conhecimento se aceitar se tornar uma amazona, e seis meses depois de se tornar uma delas.

Embora sejam poucas as vezes que as amazonas possam se tornar famosas entre o mundo de fora, seus feitos já são bastante conhecidos. Uma amazona dentro de uma cidade grande não atrai a atenção dos pedestres, a não ser pela sua beleza. Mas basta que apareça uma bela mulher misteriosa que saiba cavalgar e lutar que as suspeitas começam.

A personalidade das amazonas


As amazonas são belas mulheres, geralmente bondosas e tímidas. Não dão valor a coisas materiais, a não ser a beleza. São honestas, unidas, geralmente pacíficas e amigas da natureza. Os únicos defeitos das amazonas são a arrogância com que a maioria delas tratam os seres feios e a fantasia da raça ariana. Fora isso, o sonho de Diana está sendo realizado.

Espero que tenham gostado.
Fonte Aqui 

Nenhum comentário:

Postar um comentário