Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Menu Cenários: Egrégora Os Reinos de Valkar



Ola amigos hoje trago para vocês mais uma parte do cenário Egrégora, ainda falando mais especificamente dos continentes hoje apresento:


OS REINOS DE VALKAR




Valkar, é um continente divido em 04 reinos ou países que são completamente independentes uns dos outros. Existe em Valkar um grande Rio que se ramificada por todos os territórios seu nome é Rio Roots e todos os quatro países o consideram sagrado. Valkar esta oficialmente em paz mas isso é só aparente pois os 04 países vivem uma constante guerra fria sempre tentando conseguir vantagens  territórias  e econômicas uns sobre os outros. E todo tipo de manobras são praticadas extorsões, assassinatos, pequenas invasões disfarçadas de ataques de monstros entre outros. 

Organização Política:

Em Valkar o sistema politico é o de monarquias parlamentaristas e o continente é formado por quatro Países que possuem suas respectivas famílias reais. Estas famílias descendem de ancestrais nobres em comum dessa formas eles estão no grau de parentesco de "primos". As quatro famílias reais dos quatros países são os detentores tradicionais dos segredos de quatro estilos de combate diferentes sendo assim muito famosos por isso. O continente como um todo tem a reputação de possuir os melhores guerreiros do mundo isso em parte se dá devido ao fato de que os quatro Reinos ou Países estão em constantes manobras para sobrepujar seus vizinhos embora seja uma guerra fria e não declarada ela é incessante, o que mantem soldados e mercenários sempre ativos e em constante trabalho. Apesar desta situação e do ódio que existe entre as famílias nobres os 04 países praticam comércio livre entre si e com os demais continentes pois de outro forma seus mercados internos não sobreviveriam. Sempre no ano que antecede  a reunião entre os líderes dos 04 Continentes, os Reis e Rainhas de Valkar se encontram em território neutro e sagrado o grande salão dos ossos, o templo de Greyskull (marcado pela caveira no mapa) local de descanso para os restos mortais de todos ancestrais das linhagens nobres. Nesta terra sagrada, que não pertence a nenhum dos 04 reinos, é feito um combate ritualístico entre os campeões dos quatro Páises. O premio é conferido ao Rei do campeão e consiste no direito de escolher o primeiro Ministro que representará todo o continente durante o evento do Grande Encontro dos 04 Continentes, assim como o direito de apontar 13 participantes do seu interesse na comitiva do mesmo, embora seja permitido aos demais Monarcas nomear até 08 participantes da comitiva do Primeiro Ministro, todos desejam poder de nomear o próprio Ministro, assim garantindo que os seus interesses sejam prioritários. Depois de nomeado o Primeiro Ministro de Valkar e sua comitiva Governam o Continente naquele ano e seu mandato termina após o fim do Grande Encontro, quando Valkar volta então a ser 04 países. Apesar de acompanharem os Monarcas e os representar os Campeões são escolhidos pelo primeiro Ministro e pelo Parlamento de cada país seguindo critérios que as vezes desagradam a realeza. 

O país Vítae

Neste país existem grandes descampados cobertos de grama alta, com extensas planícies e completando a paisagem, duas partes do Rio Roots o cortam, fazendo com que solo seja muito irrigado e fértil. Vítae é o lar da Família Real Lanceloth, que guardam os segredos dos Guerreiros Valkaritas especialistas no uso da Lança com escudo e da Lança montado. Esse país mantem forte comercio por via marítima com os demais continentes principalmente com Acádia. Vítae também é o reino onde estão os melhores, maiores e mais fortes cavalos de toda Egrégora são chamados cavalos de fogo ideais para uso militar devido a grande força, inteligencia e velocidade que alcançam. Em Vitae podem ser encontrados todas as raças pensantes. Além do comércio de cavalos, o país é um grande produtor de uva e cereais com extensas plantações e colheitas muito fartas. 

Sobre a Capital Dhonosor:


Dhonosor é uma bela cidade fortaleza, como todas capitas em Valkar, é o lar da família Real Lanceloth que são os guardiões dos segredos da Lança e do Escudo. A capital conta com uma forte guarda bem equipada, que faz patrulhas 24 horas, bem como iluminação em todas as suas ruas, que são calçadas com pedras encaixadas. Existem muitos comerciantes de cavalos em Dhonosor sendo esse o seu principal foco de lucro e secundariamente o comércio de grãos, sementes e vinho. Recentemente na agricultura Dhonosor vem se destacando pela qualidade extraordinária do vinho que produz sendo este o melhor vinho dos quatro países muito apreciado em toda Egrégora. O vinho de Dhonosor ainda não é o seu principal comércio mas sem dúvidas esta em expensão gerando cada vez mais lucro e consequentemente mais plantações de uva. 

• Rei Alberto Lanceloth: O rei Alberto Lanceltoh é o soberano de Vítae embora ele não exerça o cargo politicamente uma vez que se trata de uma monarquia parlamentarista a função do rei e da corte é meramente figurativa estando todas as decisões politicas a cargo do Primeiro Ministro e do parlamento, mesmo assim o Rei Alberto é muito amado e admirado por seu povo. Dessa forma o Rei desfruta de seu tempo junto aos Generais e soldados cujo os quais ele faz questão de treinar pessoalmente. O Rei Alberto é o maior mestre no estilo de Luta Valkarita da Lança e escudo, bem como da Lança montado. Ele foi o tutor do Duque Fargos, quando o mesmo veio para Vítae a procura de treinamento como cavaleiro. Alberto tem a pretensão de anexar Induril ao seu território, enquanto ainda esta vivo, mas isso esta muito longe de acontecer. O Rei Alberto é casado com a Rainha Hellena Armadil Lanceltoth e tem 2 filhos homens, cujos os quais já ofereceu em propostas de casamento para o Rei Abbadon de Acádia a fim de desposar sua filha Arshes, com o objetivo de fortalecer as relações entre os países, mas estas negociações ainda não foram concluídas já que Arshes não demonstrou interesse por nenhum dos dois príncipes. 

O país Arthega

Este país é um território coberto de depressões, cânions e escarpas muito íngremes, isso aliado ao grande braço do Rio Roots que o sangra, gera uma paisagem de cachoeiras impressionantes sendo a maior "o salto da Rainha" com mais de 1500 metros de queda. É o lar da Família Real de Utherdain, que são os guardiões do estilo de luta Valkarita com duas armas (duas adagas, duas espadas, uma espada e uma adaga). Por ser um Reino com muitas escarpas e montanhas também possui muitas jazidas de minérios e gemas. Suas minas, muito ricas fazem de Arthega o maior produtor de metais e jóias entre os 04 países de Valkar. Arthega também produz inúmeras ervas raras porém muito difíceis de coletar pois nascem nos úmidos paredões de pedra do reino. Este território pratica o comércio de seus produtos com todos os reinos e em especial com Myhr e Bhorr, através de rotas marítimas e aéreas. Em Arthega podem ser encontrados todas as raças pensantes. Outra caracteristica interessante é que os Valkaritas dessa região tem um apreço especial pela confecção de venenos e eles são deveras eficientes nessa arte. 

Sobre a Capital Bhabel:

Bhabel é uma magnifica cidade fortaleza, muito rica e prospera (fruto da venda dos metais e das gemas que o país produz bem como das ervas raras que são vendidas para os alquimistas e para os produtores de poções) devido ao relacionamento econômico com os  Myhrmidões a capital dispõe de Dirigíveis que fazem boa parte do comércio com Myhr por vias aéreas dessa forma evitando os ataques de piratas. Bhabel é também o lar da Familia Real Utherdain, que são os guardiões do estilo de luta valkarita com duas armas e da fabricação de venenos muito poderosos (com o famoso extrato de raiz de ardosia purpura). Portanto os guerreiros Valkaritas dessa região são focados em destreza utilizando amaduras mais leves que permitam uma maior mobilidade. Essa cidade foi construída sobre um penhasco e abaixo da mesma existem muitas catacumbas e um labirinto subterrâneo (área para o mestre ser criativo). 

• Rei Lúcius Menelau Utherdain: Assim como seu primo em Vítae o rei Lúcius é o soberano de Arthega e da mesma forma não participa oficialmente da política do país embora a influencie por baixo dos panos através de extorsão e chantagem. O Rei Lúcius é um mestre do estilo de luta Valkarita com duas armas e um grande mestre na confecção de venenos, preferindo sempre utilizar como armas principais duas adagas (sempre envenenadas) que renderam lhe o apelido de " O Definhador". Sua técnica e habilidade extraordinária aliado ao seu carisma faz com que seja muito venerado pelo seu povo que vê o rei como um simbolo de poder e glória. Suas pretensões são anexar o reino de Vitae ao seu, mas isso por enquanto esta muito longe de acontecer. Lúcius é casado com a Rainha Milênia Mhorr Utherdain e tem 01 filho e 02 filhas. Através de uma conspiração com os Bhorrneses do Norte o Rei foi o responsável-mandante pela morte do soberano de Brathos que morreu envenenado durante uma viagem a Bhorr, como pagamento pela ajuda o rei Lúcio cedeu a mão de sua filha mais jovem para casar-se com o barão Albericht de Bhorr do Norte (um nobre menor que agora goza de um maior status na corte bhorrnesa)

O País Brathos

Brathos é um território coberto de florestas, e por ser o lar da nascente do sagrado Roi Roots e possuír dois grandes braços dele correndo por sua terra este país desfruta de um solo muito fértil mais ainda que Vítae. A paisagem se traduz em grandes vales arborizados e pequenos morros com uma ou outra montanha. Brathos é o maior produtor de madeira entre os 04 países assim como o maior fabricante de armas de sítio como balestras, catapultas e manganelas dessa forma os mestres marceneiros de Brathos são famosos e disputados por todos países. Esse reino é o lar da família Real Yghan sendo estes os guardiões do estilo de luta Valkarita do Arco e Flecha bem como de armas de arremesso. Brathos também se destaca sendo o maior produtor de de hortifrutes cujo os quais comercia com os demais países e em especial com Bhorr do Sul que tem um gosto especial pelas Laranjas de Brathos. Uma vez por ano é feito em Brathos um grande festival para celebrar a boa colheita e para agradar os Deuses, nessas ocasiões a própria rainha e sua corte participam dos festejos que são regados a muito vinho e sexo ritualístico. No território de Brathos podem ser encontradas todas as raças pensantes. Uma curiosidade local é que toda agricultura de Brathos e planejada de forma que não agrida as florestas e sejam feitos rodízios no solo aumentado muito sua eficiência. 

Sobre a Capital Enoque: 

Enoque é uma magnifica cidade fortaleza construída em meio a uma grande e densa floresta com suas maiores construções em forma de pirâmides com degraus (estilo asteca). Existem muitas armas de guerra de longo alcance (balestras, manganelas,a etc..) colocadas estrategicamente na cidade para inibir possíveis invasores, assim como a própria floresta em meio a cidade funciona como um escudo natural que tornaria bem difícil impor um cerco contra a mesma. 
A cidade é cheia de atalhos e passarelas aéreas que levam a diversos caminhos de árvore em árvore assim como também possuí estradas terrestres pavimentadas, essas muito mais usadas pelos veículos de tração animal. Na capital existe a Piramide da Rainha Catarina Agnês Yghan que tem 05 filhas e é viúva. Embora nunca sejam vistos a guarda real patrulha a cidade e esta sempre alerta entre os galhos das árvores alvejando com flechas certeiras qualquer contraventor descuidado. 

• Imperatriz Catarina Agnês Yghan: Assim como seus primos a Imperatriz Catarina não participa oficialmente da politica de Brathos, embora seja sussurrado que um dos deveres do primeiro ministro seja satisfazer a libido da rainha. Catarina é uma poderosa amazona dona de uma pontaria perfeita, ela é a maior mestra incontestável do estilo de luta Valkarita com o Arco e Flecha e também com dardos de arremesso deixando qualquer elfo estupefato. Sua pontaria e tão assombrosa e mortal que lhe rendeu o apelido de "Víbora Negra", pois com apenas uma flecha ela é capaz de derrubar um Gigante da Colina tal qual o veneno dessa criatura. A rainha e suas filhas são muito amadas pelo seu povo e elas participam do treinamento militar todos os dias com os arqueiros de seu reino. Catarina nutre um grande desafeto pelo rei Lúcius, pois sabe que o mesmo através de conspirações foi o responsável pela morte do seu marido (a rainha descobriu essa informação através de uma mago da Guilda Zodíacos que barganhou tal conhecimento em troca do treinamento de seu guarda costas nas técnicas Valkaritas). Em seu desejo por vingança a soberana de Brathos sonha eliminar o Rei Lúcius e anexar Arthega a seu território, mas isso ainda esta muito longe de ser possível. Catarina tem a reputação de escolher a dedo seus discípulos nos segredos do método Valkarita do Arco e Flecha, entre os nomes daqueles que tiveram a honra de se tornar discípulos da grande mestra encontra-se o de Dedaluz Myhtra de Phelenor, esposa do Duque Fargos de Acádia de quem a Rainha sente um especial orgulho pois sabe que ela é um prodígio. 

O País Induril 

Induril, também chamado "a terra do fogo" é um território de alguns contrastes, podemos encontrar algumas planícies recobertas de estepes bem como montanhas vulcânicas ativas assim como uma grande floresta e belas praias. Nessa terra o povo vive principalmente do comércio de animais para abate (rebanhos) e da pesca nas cidades costeiras. Induril é um grande produtor de laticínios, couro e carne. Sua agricultura é voltada ao cultivo de especiárias que são muito requisitadas por todos demais reinos, principalmente Myhr e Bhorr. Mas o que destaca mesmo esse país de seus irmãos é que Induril é o lar do clã dos Mestre Anões Ferramenteiros. Estes anões são mestres milenares na arte da forjaria e trabalham apenas com a autorização da família real. Este país é o lar da família Deimos que são os senhores dos segredos do estilo valkarita da luta com armas de duas mãos (espadas, machados, ect.) e armas de haste (alabarda, nagnata, tridente). Por abdicarem do escudo os guerreiros valkaritas dessa região aprendem desde muito cedo o uso de armaduras pesadas. Em Vitae podem ser encontrados todas as raças pensantes.

Sobre a Capital Bhangar:

Bhangar, é uma magnífica cidade fortaleza, construída próxima ao Rio Roots e próxima a uma montanha vulcânica ativa, local onde o clã dos Mestres Anões Ferramenteiros mantem suas forjas. Todas as armas e armaduras usadas pelos nobres são produzidas por esse clã de anões cujos quais recebem alem de grandes fortunas, muitos favores e até alguns títulos da nobreza. A cidade conta com ruas bem pavimentadas, boa iluminação e uma guarda muito bem equipada que faz rondas 24h. Não se tem noticia da existência de guildas de ladrões na cidade (não quer dizer que não exista) e o povo tem aspecto feliz e ordeiro. Na capital existem muitos comércios voltado aos laticínios e também existe um grande templo em homenagem ao deus dos Anões. Apesar de tomarem todas decisões politicas em questão de uso dos impostos, rotas comercias e outras questões nem o Ministro, nem o parlamento tem poder sobre o Clã dos Mestres Anões estes respondem exclusivamente a coroa.

• Rei Agamenom Meórico Deimos: O Rei Agamenom, não participa ou mesmo interfere na politica de seu país, a não ser que o caso envolva os anões que é quando o parlamento e o Primeiro Ministro solicitam ao Rei a autorização para usar as habilidades dos mesmos em alguma negociação com o exterior. De outra forma a rotina do Rei é o constante treinamento com os Generais e as tropas, ele é o maior mestre do Estilo Valkarita de Lutar com armas de duas mãos tendo como suas especialidades, a Espada Larga, e a Alabarda. O Rei Agamenom é um homem muito forte e muito grande, dizem as lendas que seu ancestral bebia o sangue de Ogros derrotados em batalha e dai deriva seu avantajado tamanho e força e também seu apelido, ele é chamado de "o inflexível", dado sua capacidade absurda de receber golpes sem mover-se sequer um centímetro, Poucas vezes o Rei e visto sem seu traje de batalha, ele usa rotineiramente uma pesada armadura completa toda negra e porta um grande alabarda ambos cravejados de runas magicas, *a Alabarda se Chama "Lamentos" e é um artefato) nas costas traz uma enorme espada. Seu discípulo mais famoso foi o Príncipe Abbigor de Acádia cujo qual o Rei só aceitou treinar depois de uma vantajosa negociação com o rei Abbadon. O Rei Agamenom é viúvo e não tem descendentes motivo pela qual ele deseja ardentemente desposar a Rainha amazona de Brathos e anexar seu território ao dele. Mas isso ainda esta muito longe do possível uma vez que Catarina não tem o menor interesse no gigante Agamenom. 

Outro segredo: 

O Dragão elemental do ar Zephirus "o Intocável" esta acordado e aprontado suas traquinagens por todo o território de Valkar mudando de reino constantemente, mas nunca se expondo diretamente e nem revelando sua real identidade. Ele pode aparecer como um mendigo pedindo ajuda, como um nobre e até mesmo como uma donzela. 

Espero que tenham gostado!!
Até a próxima. 
Autor: MárcioLasombra

Nenhum comentário:

Postar um comentário