Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Menu Artigos: Líberes - RPG Anjos - WOD

LÍBERES - RPG ANJOS - WOD

Os Líberes foram fundados tendo com um ideal: respeitar e defender a liberdade, tanto própria como dos mortais. Eles são os descendentes de uma mulher, uma Serafim dos Sancti, Rachel, que lutou para se tornar Primus. Sua visão a levava a crer que cultura, artes e liberdade eram direitos do homem, que uma vida prazerosa e mentalmente rica era necessária para que os mortais pudessem viver bem e se afastar conscientemente das forças das trevas.Rachel havia passado toda a Idade das Trevas lutando por sua visão. Ela sabia que as mentes escravizadas dos mortais estavam deixando-os vulneráveis à manipulação inescrupulosa de mortais e monstros. A Igreja corrupta estava fechando seus olhos ao que realmente é importante na vida e na eternidade. Sua luta a elevou aos olhos dos Guardiões, e ela se tornou uma dos Primus.A Renascença trouxe com ela o surgimento dos Líberes. Originalmente devotados à expansão cultural da humanidade, os Líberes ajudaram muitos artistas e humanistas, espalharam novas idéias e buscaram mudar as práticas religiosas da Europa.A oposição de demônios, vampiros e até mesmo Celestiais mais conservadores foi dura, mas os Líberes prosseguiram.Conforme os séculos se passaram, o Clero foi expandindo em suas práticas. Eles estiveram presentes na Revolução Francesa e apoiaram o Iluminismo e as ciências. Na América, distribuíram ideais separatistas e abolicionistas. Na África, incitaram revoluções contra as colônias européias. No século XIX, se opuseram ao Imperialismo e aos abusos da Revolução

Industrial. E no século XX, lutaram pelos direitos das mulheres e pelos direitos humanos, fizeram parte dos movimentos culturais da década de 60 e assimilaram os ideais boêmios e liberais das gerações que adentram o século XXI.Atualmente, os Líberes são um grupo diversificado e ativo. Acostumados com as mudanças da sociedade mortal, eles são o Clero que mais se envolve nas políticas mortais e mais influencia a cultura das mais diversas nações da Terra. Eles buscam ensinar ideais igualitários e justos. É claro que mesmo eles erram, como aconteceu ao apoiarem a Revolução Socialista na Rússia, mas os Líberes estão sempre tentando novas idéias, e corrigindo os erros que eventualmente acontecem.
Os membros deste Clero são os que mais passam tempo na Terra, infiltrados entre os mortais. Muitos assumem identidades que jamais atrairão atenção. Enquanto vampiros e demônios preferem assumir o papel de empresários ou políticos, o Líber prefere ser o trabalhador da assistência social ou o profissional liberal, normalmente buscando ajudar o máximo possível as pessoas com quem se envolve.
Os Líberes acabam por vezes esbarrando com ameaças sobrenaturais. Eles não são do tipo guerreiro, porém, e agem sutilmente. Melhor tirar toda a moral do político vampírico do que ataca-lo diretamente e atrair a polícia e outros vampiros!
Nisso os Líberes são especialmente dedicados e muitas vezes bem sucedidos. Infelizmente, tais esforços levam tempo e são dificilmente vistos por outros Celestiais, que acabam classificando os Líberes como “passivos” demais. O Clero, porém, não se importa com o que pensam dele.
Uma característica muito comum dos Líberes é a forma alegre como eles agem. Líberes são festeiros e boêmios por natureza, e adoram se divertir. Nos dias atuais em que os mortais parecem estar seguindo tal tendência, os Líberes mais do que nunca se sentem bem adaptados.

Apelidos: “Líber” já é apelido suficiente para eles, e uma brincadeira da década de 1960 deixou o Clero conhecido como “X-Tasis” por algum tempo. Cleros mais rígidos costumam chamar os Líberes de “Inconseqüentes,” mas os mais sábios só os chamam de “Anjos da Liberdade.”

Primus: Rachel é a líder dos Líberes. Rachel é uma mulher bela e sorridente, com grande carisma e incrivelmente respeitada por seu Clero. Ela passa seu tempo entre seus lares em Prístina e Libertatis, e com freqüência viaja ao Firmamento, onde dizem é uma confidente do Regente Joshua. Ela também é muito boêmia e adora festas, e freqüentemente desce à Terra
para se divertir.

Corte: Os Líberes fazem parte da Corte Ocidental, mais por motivos culturais do que políticos. Eles raramente se envolvem com política, a não ser em sua cidade, Libertatis, que eles buscam governar à sua própria maneira. Muitos Líberes se consideram Independentes, porém. Poucos se interessam pelas Cortes Malaki ou Oriental, cujas tradições mais rígidas os limitam os muito.

Aparência: Raro é o Líber com uma aparência idosa ou mesmo madura. A maioria é jovem, e não é incomum ver um ou outro com uma aparência adolescente Muitas crianças que renascem como Celestiais também se tornam Líberes (embora conforme amadurecem em mente também amadurecem em corpo). Os Líberes exalam vitalidade e alegria, e costumam ser sorridentes e descontraídos. Eles vestem-se da forma que achar melhor, e normalmente acompanham as modas e tendências da Terra.

Asas: Líberes possuem asas brancas, com plumas grandes e ovaladas. Alguns possuem as asas com tons de outras cores, como acinzentado, azulado ou amarelado, mas sempre num tom muito claro, que à distância lembra o branco.
Background: Qualquer um que odeie seguir regras pode vir a ser tornar um Líber, mas a maioria tinha algum pensamento idealista em vida. Muitos foram artistas, liberais, filósofos ou simplesmente espíritos livres e sem preconceitos.
Nos dias atuais, a grande maioria dos novos Líberes que surgem morreu em idade ainda jovem, ou são apenas adultos que realmente nunca cresceram no coração.

Organização: Organização? Não, obrigado. Os Líberes se baseiam numa tradição de respeito pelos mais velhos e de maior Coro, e apenas isso. Eles realmente não vêem motivos para se organizarem. Alguns se reúnem em pequenos grupos ou comunidades com ideais semelhantes, porém. Todo Líber tem também um lugar especial em seu coração para Rachel, a carismática Primus do Clero.

Criação de Personagem: Naturezas e Comportamentos podem ser os mais variados possíveis, mas recentemente um grande número de Bon Vivants, Caçadores de Emoções, Comediantes e Idealistas têm surgido. Atributos Sociais são normalmente preferidos, mas alguns valorizam mais a mente ou físico. Entre Habilidade, Talentos são preferidos, seguidos de perto pelas Perícias.
Para Antecedentes, ter um Mentor é muito comum, mas não obrigatório. Muitos possuem Aliados e Contatos, e não é raro também Identidade Mortal, Influência e Recursos.
Habilidades Sugeridas: Expressão, Empatia, Manha, Lábia, Sedução, Liderança, Performance, Direito, Política.
Trilha de Pureza: A Trilha da Liberdade é sem dúvida a mais comum entre os Líberes, que a seguem quase religiosamente. Alguns, ainda que poucos, seguem a Trilha da Santidade ou a Trilha do Guerreiro, mas raramente algum Líber se interessa pelos códigos mais rígidos da Honra ou do Conhecimento, que consideram muito limitantes.

Força de Vontade inicial: 3

Poder Exclusivo: Majestade
Majestade foi um poder que, dizem, foi desenvolvido naturalmente por Rachel a partir de seu próprio carisma natural. Majestade é uma habilidade de inspirar emoções nas pessoas ao redor, tornando-as mais suscetíveis à influência do Celestial.
Este poder não controla pessoas. Ao invés disso, é usado para apazigua-las, acalma-las ou mesmo refletir seus atos.
Poderes Comuns Preferidos: Metamorfose é um poder comum entre os Líberes, que o usam para assumir múltiplas identidades entre os mortais, assim escondendo sua verdadeira natureza. Ilusão também é muito utilizada, assim como Mystérion.

CITAÇÃO: "A vida pode ser injusta, mas isso não o impede de lutar pelo que quer. Vamos... você ainda tem muito o que viver. Se sorrir um pouco, quem sabe as coisas não melhoram? Você nunca sabe quando alguém lá em cima está sorrindo para você..."

ESTEREÓTIPOS

Cuique Suum: Há muita mentira e injustiça por aí... Os Cuique Suum são nossos parceiros naturais.

Hun Xian/Wakizashi: Eles iriam se sentir bem melhor se fossem menos sérios e sorrissem um pouco mais. Infelizmente, eles notam que bom humor é importante em tudo o que se faz.

Kage/Shinobi: Não nos envolvemos muito com eles... Nossos caminhos jamais parecem se cruzar.

Mors Sancta: Outros que são muito sérios... mas levando-se em conta que eles se envolvem com o que há de mais mórbido nesse universo, não podemos culpa-los... mas talvez alegria possa ajudar a clarear o Mundo dos Mortos...

Primordiais: São bons parceiros... é sempre divertido ter um deles por perto.

Princeps: Eles realmente levam a sério o papo de “direito divino de liderar”? Bem... alguns são bem-vindos, porque nos respeitam e não tentar nos forçar a nada... mas outros são simplesmente irritantes.

Sancti: Eles nos deixam em paz quando precisamos em paz, e nos ajudam quando precisamos de ajuda. Portanto, faça o mesmo por eles, sempre. Os Sancti trabalham tão duro quanto nós... e muitas vezes precisamos uns dos outros.

Spiritus Latro: Aqui e ali às vezes vemos sombras deles... talvez eles não estejam mortos, mas apenas tenham se escondido na Terra... Se vir um deles, não faça perguntas, apenas o ajude, e finja que não viu nada além de um fantasma.

Superviventes: Esses sujeitos ajudam os mortais por onde passam e como podem. São gente boa. Quando um aparecer, ouça suas histórias e avisos, pois eles conhecem muitas coisas do mundo que nós não conhecemos.

Tecnoanjos: Tecnologia é legal, mas porque me vem a imagem de um nerd à cabeça quando se fala em Tecnoanjos?

Venatores: Quando a coisa pesa, esconda-se atrás da asa de um Venator.

Veritatis Perquiratores: Esses caras são sempre os sabe-tudo! Chega a ser irritante quando você descobre que a novidade que você trouxe é um conhecimento antigo para eles. Se eles saíssem de suas bibliotecas e conversassem mais com a gente, talvez pudéssemos formar uma bela dupla.

Xamãs: Eles também costumam aparecer na Terra, mas raramente costumamos vê-los. Eles são reclusos demais, e raramente vêm se divertir conosco.

OUTROS

Anjos Caídos: Sim, nós os conhecemos bem o bastante pra dizer que muitos são gente boa. Nem todos, porém... Alguns querem vingança, ou se deixaram tomar pelo ódio... Cuidado ao tratar com eles, principalmente porque freqüentamos os mesmos lugares...

Luciferite: É isso que eu chamo de idiotice. São um bando de idiotas, isso sim. Idiotas que abandonaram o paraíso porque querem ser torturados no Inferno.

Demônios: Eles só não são idiotas como os Luciferite, porque não têm escolha, são só fantoches do Inferno. Lute contra eles como você puder. Eles apenas escravizam a humanidade para seus próprios fins.

Vermis Magnis: O Verme está em toda a parte, agora mais do que nunca. Enfrente-o como puder, mas saiba que os servos dele são muito violentos, numerosos e perigosos... o melhor é vigia-los e, na hora certa, chamar a cavalaria...

Outros Seres das Trevas: Vampiros são uns desgraçados manipuladores, e magos não estão muito atrás... Principalmente os tais “Tecno-alguma-coisa.” Eles querem mortais como se fossem um rebanho obediente e fonte de poder. As fadas, por outro lado, costumam ser gente boa... Já os tais lobisomens são uns ranzinzas nervosinhos, que é melhor evitar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário