Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

terça-feira, 6 de maio de 2014

Menu mitos e lendas: GENGIS KHAN - O GRANDE CÃO

GENGIS KHAN - O GRANDE CÃO

Um guerreiro implacável, mas inteligente. Rejeitado por sua própria família, principalmente por seu irmão primogênito. O Grande Cão nunca se submeteu à tirania dos chineses ,muito menos não possuir uma pátria livre. Por seu intermédio, O grande Cão liderou um exército ,onde os arqueiros ,super bem treinados faziam parte de sua tática, vinham montados também.
O que levou este homem a se insurgir contra a China, e abandonar sua família e perambular pelo gelo, pelo deserto anos a fio?
Depois de expulso pelo seu clã, saiu a esmo. Sua tristeza era ver seu povo,os mongóis divididos, sem falar a língua mongol. Preso, foi libertado por sua esposa, uma valente guerreira mongol. Conseguiu reunir, após sua prisão, milhares de guerreiros. Uma curiosidade. Os mongóis adoravam o deus do trovão. Quando um surgia nos céus, baixavam-se amedrontados. Um dia,O grande Cão, em cima de seu cavalo,comandava seu exército. Como estava de costas, não viu quando um trovão arrebentou atrás de nuvens. Todos os guerreiros baixaram-se, menos ele, ainda estava com sua espada em riste. Todos se levantaram, ainda assustados. Pensaram que o Grande Cão mantinha um pacto com a deidade. Ele, calmamente, explicou sua reação: "Não vi o trovão, mas se o visse, certamente não me curvaria jamais, pois é somente um trovão."
Seus guerreiros aplaudiram a sinceridade e os que de outros clãs se juntaram a ele, inclusive do seu irmão, seu maior inimigo.
Não assassinou o irmão, que estava ferido no campo de batalha. Dizem que pediu perdão a ele. Seu maior objetivo era que os mongóis formassem seu próprio território, falassem o mongol e não o chinês. Em nome do seu idealismo, após a prisão, ficou um pouco com os filhos e a esposa, mas...um belo dia, montou seu cavalo, e , mais uma vez, foi até os que o admiravam. O território conquistado corresponde a dois terços do Brasil e ,em uma estimativa, suas conquistas custaram 56 milhões de vida a ambos os lados. Morreu cedo,não viu a Mongólia em todo o seu esplendor. Mas os seus arqueiros foram responsáveis pela vitória contra os chineses (tomou as muralhas da China), o desprendimento com o qual sempre se comportou, mesmo com sua família, coroou seus esforços em fazer a Mongólia um país livre, com sua cultura, sua língua oficializada. Gengis Khan é ainda hoje é adorado pelos que floresceram graças a ele é tratado como um herói nacional simbolo de patriotismo e obstinação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário