Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Mitologia Grega: Eos

EOS


Eos era a titânide do amanhecer e do entardecer,  filha de Hiperião e Teia, é a irmã da deusa Selene, a Lua, e de Hélio, o Sol. E por isso sua principal função era abrir as portas do céu (Olimpo) para seu irmão (Hélios), que iria sair do olimpo para trazer a luz ao dia. E ela também abria as portas para ele voltar, enquanto sua irmã (Selene) cuidava da noite.

Normalmente citada como de longos cabelos louros e unhas tingidas de rosa com uma carruagem purpúrea puxada por dois cavalos alados, Lampo e Faetonte, com arreios multicolores. Ágil e graciosa, é munida de asas nos ombros e nos pés.

Essa caracterização expressa seu carácter de jovem caprichosa e despreocupada, que vive amores intensos e efêmeros.

Ela, por ter uma maldição de Afrodite (que ficou enciumada pois Eos apaixonou-se por Ares, e ficou um tempo com ele) em que ela amaria muitos mortais, e um mortal bastante conhecido na mitologia grega em que teve filhos com ela foi o Titono, em que ela teve muito medo de envelhecer e (ou) morrer, então ela pediu aos deuses para que o deixassem imortal, mas ela esqueceu de citar a juventude eterna,  e então Titono ficou velho, sem nunca morrer. Eos pediu então a Zeus para que transformasse Titono em uma cigarra.

Filhos com Titono: Emátion e Mêmnon

São numerosas as paixões de Eos, sendo a mais conhecida com Titono, irmão mais velho de Príamo. Ao apaixonar-se por ele, teve medo de o perder e o raptou e levou-o para a Etiópia.

A deusa amava-o tanto que pediu para que lhe concedessem a imortalidade, mas esqueceu-se da juventude eterna, e dessa forma o amado da deusa transformou-se num velho decrépito, sem nunca, no entanto, morrer. Eos decidiu, então pedir para que Zeus o transformasse numa cigarra.

Com Titono, teve dois filhos : Emátion e Mêmnon.
Céfalo, filho de Mercúrio e Herse, também foi vítima do amor implacável de Eos.
Ele estava já casado com a princesa Prócris, terna e amorosa e sempre fiel a seu marido.

Insaciável como sempre, Eos pouco se importa para o sofrimento de Prócris e rapta Céfalo enquanto caçava nas proximidades do monte Imeto.

Mas apesar de todos os esforços da deusa, o jovem continua apaixonado por sua esposa. Apesar de muitos esquemas ardilosos da deusa, Céfalo e Prócris se reconciliam. Céfalo volta a caçar, mas sua esposa, com receando a deusa rival, o segue. Pensando se tratar de um animal, ele a mata e ao ver o que havia feito, se joga ao mar. Comovido, Zeus os transforma em estrelas.

As suas paixões funestas atribuem-se ao fato de que teve amores com Ares, algo que deixou Afrodite muito enciumada, fazendo com que lançasse uma maldição sobre Eos, para que ela se apaixonasse apenas por homens mortais.

Ela morreu pois certo dia ela se apaixonou por um caçador que já tinha uma esposa, mas mesmo sabendo disso, ela o raptou. De qualquer jeito, o caçador amava sua esposa. Em um outro dia, a esposa de Céfalo (o caçador) ficou com medo de que Eos pegasse ele novamente, e por isso foi atras dele. Céfalo viu algo, mas não podia ver direito o que era, e pensando que era um animal, ele matou. Logo ele percebeu que era sua esposa (Prócris), e quando viu que ela estava morta, ele se suicidou, jogando-se no mar. Zeus logo os transformou em estrela, pois ele estava muito comovido com o que ocorreu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário