Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Menu Mitologia: Asmodeus

ASMODEUS

Considerado um dos demônios mais temidos do Inferno, é um dos demônios mais antigos, da luxuria, da sensualidade, dos ciúmes, da fornicação, da ira, da vingança, e dos jogos, que não perde muito tempo com conversas ou diálogos.

Pertence a casta de demônios mais poderosos, é tido como um dos cinco príncipes do inferno, abaixo de Lúcifer -o imperador. Asmoday é o 32º espírito da Goetia.
Asmodeus é o preferido de Amaymon. Quando convocado, Amaymon tentará iludi-lo (ao praticante).

O seu nome significa o “Sopro ardente de Deus”.
Algumas fontes dizem que Asmodeus era um anjo caído, tendo a condição de Serafim ou Querubim, antes da sua queda.

Nas antigas tradições apócrifas, Asmodeus seria filho de Adão o primeiro homem, e de Lilith, enquanto ela ainda era sua esposa e ambos viviam no paraíso.
Mais tarde Lúcifer veio a possuir Eva, e desse segundo relacionamento sexual nasceu Caim. Assim, Caim e Asmodeus são por isso os primeiros primogênitos da história humana, ambos condenados aos domínios infernais.

Segundo uma lenda judaica: a sua mãe seria uma mulher mortal, Naamah, e o seu pai um dos anjos caídos. Outros escritores judaicos, dizem que o demônio Asmodeu surgiu do incesto de Tubal Cain com a sua irmã Noema.

Asmodeu é normalmente representado com asas e três cabeças: uma de homem com hálito de fogo, uma de touro e uma de carneiro, símbolos de virilidade e fertilidade.
É representado sentado sobre um dragão infernal, armado de uma lança e cuspindo fogo. Sendo o demônio chefe de shedin, classe de demônios com garras de galo, ele mesmo tem pés de galo, e uma cauda de serpente.

Numa classificação demonológica baseada nas categorias dos sete pecados capitais, Asmodeu é o demônio da luxúria e da lascívia.
A sua principal missão é a de perturbar a vida sexual dos casais, destruir casamentos, incentivar o desejo dos homens pelas mulheres. Incentiva igualmente adultérios, e relacionamentos contranaturais. Ele é igualmente um dos demônios responsável pelas obsessões.

Ele semeia a discórdia, discussões e o engano.
É o superintendente das classes de jogos na corte infernal.
Desde que nas suas graças ou com um pacto com ele, ele pode conceder o anel das Virtudes, ensinar aos homens as artes da astronomia, aritmética, geometria, geomancia artesanato e artes mecânicas. Ele dá a capacidade de ler pensamentos e confere invisibilidade. Asmodeus responde todas as perguntas se ele assim o quiser (ou obrigado a isso), e ele descobre e guarda tesouros ocultos, que pode revelar a quem estiver “do lado dele”.

A ele é consagrado o mês de novembro, quando se é considerado que sua força é maior.

É considerado um dos sete príncipes do inferno abaixo somente de Lúcifer (imperador do inferno) (que se alimenta e se fortalece da avareza). É o demônio representante do pecado da Luxúria. Sua origem difere muito conforme a fonte, alguns consideram-no como um anjo caído, porém alguns escritos judaicos indicam Asmodeus como o "Rei Esquecido de Sodoma", nesse conto Asmodeus é visto como o homem mais impuro já nascido, e aquele que guiou Sodoma à luxúria. Alguns teólogos consideram a destruição de Sodoma como meio de matar Asmodeus, e não como prelúdio do Dilúvio. Já no livro deuterocanônico de Tobias, é citado como o assassino dos noivos de Sara. Deus envia o Arcanjo Rafael para guiar Tobias, encontrar Sara e prender o demônio nos mais altos picos terrestres. Depois de completar sua missão, o Arcanjo cura Tobit pai de Tobias e retorna para a Corte celeste.

Segundo seitas satânicas, a letra inicial de seu nome é parte integrante do acrônimo Baal, nome do deus pagão citado tanto nas escrituras sagradas do Torá (judaísmo) quanto na Bíblia (cristianismo), que se traduz nos nomes dos demônios Beelzebub, Astarot, Asmodeus e Leviatã.

Asmodeus é normalmente representado como uma espécie de quimera, com asas e três cabeças: uma de homem com hálito de fogo, uma de touro e uma de carneiro, símbolos de virilidade e fertilidade. Porém, pode ser representado também como uma espécie de feiticeiro capaz de adotar a forma de aranha. Por se tratar de um humano que virou demônio e não um anjo caído, Asmodeus possui o livre arbítrio, negado aos anjos, sendo considerado a Arma de Lúcifer para derrotar o Messias.


No folclore judeu foi amante de Lilith que á considerada a primeira esposa de Adão, anterior a Eva. Deixou o Jardim do Éden por sua própria iniciativa e se instalou próximo ao Mar Vermelho, juntando-se lá com Asmodeus, o que seria seu amante, e outros demônios. É também considerada símbolo da luxúria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário