Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Menu Mitologia: Como o Mutum ganhou seu topete

COMO O MUTUM GANHOU O SEU TOPETE

Diz-se que um dia um pajé kanassa andava pelas matas e encontrou o mutum, uma pequena ave das matas. Este ser também estava todo atarefado, preparando um pequeno enfeite de penas.

O pajé achou que interromper o trabalho do outro era uma boa maneira de demonstrar a sua simpatia e a sua cordialidade, e perguntou ao mutum:

– O que está fazendo aí?
– Um enfeite de penas para afastar índios chatos – disse o mutum.
O pajé, imperturbável, sentou-se e esperou o mutum terminar a sua obra.
– Vamos ver que tal vai ficar.

O mutum olhou para o pajé com impaciência.
– Vai pôr na cabeça? – disse o pajé.
– Sim – disse ele.
– Então ponha, o que está esperando?

De repente, o mutum temeu estar diante de um louco e resolveu fazer o que o índio dizia. Depois de colocar o enorme penacho no alto da cabeça, ficou
parado, com cara de bobo.

– Parece bom – disse o pajé.
Acalmado por esse pequeno afago na vaidade, o mutum começou a voar de lá para cá.
– Mais rápido!

O mutum voou em todos os sentidos, até de ponta-cabeça. Nesse ponto, o topete se desprendeu e caiu miseravelmente.

– Aí está! – disse o índio, dando uma palmada na coxa. – Ponha de novo!
O mutum recolocou o penacho, e o pajé aproveitou para lançar sobre ele um feitiço. No mesmo instante, o penacho enraizou-se no cocuruto da avezinha e dali nunca mais saiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário