Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

sábado, 14 de novembro de 2015

Menu Artigos: Borboleta o Simbolo da Alma

BORBOLETA O SIMBOLO DA ALMA


 A psicanálise moderna vê na borboleta um símbolo de renascimento. É considerada um símbolo de ligeireza e de inconstância, de transformação e de um novo começo. Não há outro animal que passe por uma metamorfose tão intensa e completa. Este poder de autotransformação é a energia de cura da borboleta dentro da visão xamânica. Mas a borboleta também nos traz outros significados, como liberdade, beleza e auto-estima.
Todos os estágios pelos quais ela passa - ovo, larva, casulo e o novo nascimento como borboleta - são estágios que simbolizam o processo evolutivo da alma. A crisálida é o ovo que contém a potencialidade do ser; a borboleta que sai dele é um símbolo de ressurreição. 

O termo grego "psyche" tinha dois significados: um deles era alma e o outro borboleta, que simbolizava o espírito imortal. Na mitologia grega, a personificação da alma é representada por uma mulher com asas de borboleta. Segundo as crenças gregas populares, quando alguém morria, o espírito saia do corpo na forma de borboleta. 
No Japão a borboleta é um emblema da mulher, por ser graciosa e ligeira. A felicidade matrimonial é representada por duas borboletas (masculino e feminino). Essas imagens são muitas vezes utilizadas em casamentos. 

No mito do imortal jardineiro (Yuan-ko), sua bela esposa ensina o segredo dos bichos-da-seda, sendo ela própria, talvez, um bicho-da-seda. No mundo sino-vietnamita a borboleta serve para exprimir um voto de longevidade ou é associada ao crisântemo pra simbolizar o outono. 

Num conto irlandês chamado "Corte de Etain", o deus Miter se casa pela segunda vez com uma deusa chamada Etain. Por ciúmes de sua primeira esposa, transforma-a numa poça de água. Após algum tempo, a poça dá vida a uma lagarta que se transforma numa linda borboleta. Mider e Engus (filho de Dagda) recolhem a lagarta e a protegem. "E essa lagarta se torna em seguida uma borboleta púrpura.(...) era a mais bela que já ouve no mundo. O som de sua voz e o bater de suas asas eram mais doces que as gaitas de foles, as harpas e os cornos. Seus olhos brilhavam como pedras preciosas na obscuridade. Seu odor e seu perfume faziam passar a fome e a sede a quem quer que estivesse cerca dela. As gotículas que ela lançava de suas asas curavam todo o mal, toda doença e toda peste na casa daquele de quem ela se aproximava." O simbolismo é o da borboleta, o da alma liberta de seu invólucro carnal, transformada em benfeitora e bem-aventurada. 

Para os mexicanos, os guerreiros mortos acompanham o Sol na primeira metade do seu curto visível, até o meio-dia. Depois os guerreiros descem à terra sob a forma de borboletas ou colibris. Essa associação se deve ao fato da analogia da borboleta com a chama. O deus do fogo asteca (HUEHUETEOTL) levava como emblema um peitoral chamado borboleta de obsidiana. Também é o símbolo do sol negro, pois atravessa o mundo subterrâneo durante seu curso. É o fogo oculto, ligado à noção de sacrifício, morte e ressurreição.

Entre os Astecas, a borboleta é um símbolo da alma, ou do sopro vital. Uma borboleta brincando entre flores para eles representa a alma de um guerreiro caído nos campos de batalha. As interpretações decorrem provavelmente da associação analógica da borboleta e da chama, do fato de suas cores e do bater de suas asas.

Para a cultura Asiática a borboleta representa a longa vida (Tieh en Chinês) e as suas obras de arte reflectem este aspecto. Eles também transportaram esse símbolo para a vida moderna, imprimindo em "papagaios", que são um hobby comum na China. Inclusive existe um símbolo na cultura Chinesa que significa Amor que descreve 2 borboletas a beijarem-se no ar. Na China é também dado o significado de Amor Jovem, no sentido de um Amor que não acaba.
As culturas asiáticas têm vindo a atribuir significados e compreensão à borboleta bem antes da cultura americana a espalhar ainda mais. Liberdade, paz, e transformação são alguns dos significados que transitou da cultura asiática.

No Feng Shui, o uso de borboletas é considerado o mesmo que o uso simbólico de pássaros. Ambos, pássaros e borboletas, estão a voar livremente, e isto comunica com o desejo humano de uma vida livre e feliz perto do Paraíso. Uma vez que o Amor é o sentimento mais significativo que faz as pessoas "voar", a borboleta é o símbolo mais comum usado como cura para o Amor e Romance no Feng Shui. Outro uso excelente deste símbolo no Feng Shui é areas de Criatividade e Crianças uma vez que potencia a fluência de energia criativa de acordo com o Feng Shui.

Os alemães acreditam que as borboletas, em virtude de serem encontradas várias vezes a pairar sobre a manteiga ou leite, que são bruxas a tentar roubar o creme.
Num dos dialetos russos, as borboletas são referidas como "dushuchka" que é um derivado de "dusha" quer é um sinónimo de alma.
Na religião Cristã, a metamorfose a que a borboleta se submete é simbólica da evolução espiritual a que todos os cristãos se submetem. Na mitologia antiga, a borboleta simboliza a sabedoria e conhecimento infinito.

Existe uma lenda Nativo Americana que diz: " Se tiveres um desejo secreto, captura uma borboleta e segreda-lhe o teu desejo. Uma vez que as borboletas não falam, o teu desejo secreto estará em segurança. Liberta a borboleta, e ela irá transportar o teu desejo até ao Grande Espírito, que só ele sabe ler os pensamentos das borboletas. Por teres libertado a borboleta, estás a ajudar a restaurar o equilíbrio da natureza, e os teus desejos serão realizados certamente."

Nenhum comentário:

Postar um comentário