Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

domingo, 31 de janeiro de 2016

Menu Mitologia Grega: Antheia

ANTHEIA

A deusa ninfa,  dos jardins, das flores, do amor humano. Também a responsável pelo orvalho da manhã, Uma das deusas dançarinas do Olimpo, como dançarina aparece no cortejo de Apolo, também acompanha Atenas, como protetora dos trabalhos femininos e da atividade intelectual. Para os romanos ela é Anthea.
Ela surgiu à partir dos poderes concebidos à Deusa da Primavera Clóris  e Zéfiro o Deus do vento. Tendo a deusa Clóris o domínio da primavera, seu primeiro feito foi uma pequena e delicada flor, porém mais graciosa e perfumada que todas no jardim, a de mais capricho. Clóris, não satisfeita com seu único filho, Carpo, um homem,  ela trabalhou no crescimento de tal flor dia após dia, noite após noite.
Zéfiro, aborrecido com tamanha distração, soprou a pequena flor em direção ao Olimpo, O que ele não sabia era que, tendo o amor maternal já existindo na flor, seu sopro deu-lhe vida, e então uma bela e carismática ninfa surgiu daquela flor.
Afrodite, acompanhada de suas três fiéis Graças, não sabiam de onde ela tinha vindo, e ninguém conseguia dar uma explicação aceitável para o surgimento da moça. Decidiu-se então que seria intitulada como uma das Cárites, e não seriam feitas perguntas sobre de onde viera ou de quem era filha.
Antheia é representada como uma jovem de cabelos cacheados e dourados que acompanhava a deusa Afrodite. Isso explicaria-se devido ao fato de ter sido Afrodite sua mãe de criação.


Como  sendo a Deusa do jardim, sempre foi adorada na primavera, onde donzelas coroadas com grinaldas de flores e cestas repletas de rosas moviam-se ao som de flautas para o templo da deusa.Em seu altar eram ofertados sempre  presentes mais perfumados e naturais, em seu templo na Ilha de Creta, o rio Cefisso (Cephissus), perto de Delfos, também era consagrado a ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário