Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Menu Mitologia: Ekimmu - O Primeiro mito sobre vampiros.

EKIMMU:  O Primeiro Mito Sobre Vampiros

O Ekimmu é um dos primeiros e mais antigos mitos sobre vampiros conhecido pelo homem.
As origens dos Ekimmu datam de 4000 aC. Originalmente, eles vêm dos assírios, e depois compartilhado por babilônios, bem como interpretada pelos Inuit e esquimó tribais.

Mil anos mais tarde, eles eram temidos pelo império da Mesopotâmia, onde se acreditava que a criatura seja um espírito irado incapaz de encontrar a paz. Estas almas infelizes tiveram a sua entrada recusada no submundo, e isso os levou a se tornarem  violentos e mal humorados, daí o nome "ekimmu", que significa "aquele que foi arrebatado".

Uma vez que não podem descansar, esses espíritos vingativos retornam para sugar a energia dos seres vivos. 

Eles são descritos como seres emagrecidos com a pele branca, crostas nos lábios e que bebem sangue. Que aparecem apenas a noite, rondando as vítimas encalhadas ou viajantes para se alimentar. Para os assírios, havia pouca proteção contra eles. Práticas comuns utilizadas para afastá-los eram incêndios ou ofertas de carne sangrenta.

Uma pessoa pode se tornar em um Ekimmu por uma morte violenta que inclui aqueles que morreram de afogamento, ou qualquer outra morte desagradável o Ekimmu pode sair de um cadáver mutilado ou insepulto, que morreu de desidratação, fome e prisão.

Aqueles que tiveram um funeral impróprio também se tornariam um ekimmu. O espírito ekimmu não pode encontrar nenhum descanso, enquanto seu corpo permanecer insepulto. Aqueles que morreram sem nenhum parente ou alguém para cuidar de seus túmulos podem também tornar-se um ekimmu.

Os Ekimmu habitam lugares áridos e desertos, e atacam os viajantes que passam, ou juntam-se a eles, para depois torturá-los. Babilônios, sumérios e assírios, todos temiam os ekimmu, e tomavam muito cuidado para evitá-los. Eles não viajavam sozinhos em determinados momentos e evitavam lugares inabitados.

Ekimmus são extremamente vingativos e odeiam os vivos.  Eles podem causar doenças e inspirar o comportamento criminoso nas vítimas.  Às vezes ekimmus juntam-se a qualquer pessoa viva, independentemente do fato de terem sido familiarizado com o morto ou não.
Orações sempre foram feitas antes de entrar em suas casas, para impedir o ekimmu de entrar. Só os sacerdotes, homens santos ou mágicos poderiam de fato eliminá-los.

Definições:

- Na mitologia suméria, ekimmu ou edimmu é o mal fantasma de um indivíduo que é negada a entrada para o submundo e está condenado a andar na terra por toda a eternidade.

- Os ekimmu foram descritos pelos assírios como seres que poderiam se tornar invisíveis e transformar-se em figuras de fumaça, ventos malignos ou sombras.

- Ekimmu era um espírito vampiro da Babilônia que se levantava da morte quando faminto, especialmente se os tolos humanos esquecessem de deixar comidas como sacrifícios perto de suas tumbas. Quando faminto ele retornava à Terra atrás de sangue humano.

Lenda:

Conforme a lenda tornou-se mais conhecida, o folclore sobre as características do Ekimmu começou a assemelhar-se ao dos vampiros modernos

Rotulado como vampiro , ele lembra o Utukku (também conhecido como Uruku ) significado vampiro , que ataca os homens, junta-se às suas vítimas e suga a sua "energia" (sangue) até que ela seja reduzida apenas a uma casca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário