Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Menu Mitologia Oriental: Hannya

HANNYA

A Hannya, máscara (般若) é uma máscara usada no teatro japonês conhecido como Noh, suas feições representam uma mulher ciumenta, demônio ou serpente. Possui dois chifres afiados como os de um touro, olhos metálicos, e uma boca escancarada com dentes de javali e olhando de soslaio.

O nome hannya (般若) é uma palavra sino-japonesa para prajna ou sabedoria. Uma tradição afirma que este nome foi dado a esta máscara porque era o nome de um artista monge Hannya-Bo (般若坊), que se diz ter aperfeiçoado a sua criação. Outra explicação é que Perfeição da Sabedoria sutras e suas variações foram consideradas particularmente eficazes contra demônios femininos. Uma explicação alternativa é que o artista precisa de uma grande dose de sabedoria, a fim de criar essa máscara.
A máscara de Hannya é usado em muitos Noh e Kyogen peças japonesas, bem como em xintoístas, como o  ritual de Kagura e danças. A máscara de Hannya retrata as almas de mulheres que se tornaram demônios devido à obsessão ou ciúme. Peças em que uma pessoa pode usar a máscara hannya incluem Aoi no Ue e Dojoji ; o seu uso nestes dois jogos, dois dos mais famosos do repertório Noh, porsua aparência distinta e assustadora essa mascara se tornou uma das máscaras Noh mais reconhecíveis e famosas. 

Diz a lenda que a máscara de Hannya retrata uma face de um ser demoníaco e perigoso, mas também triste e atormentado, mostrando a complexidade das emoções humanas. Quando o ator olha para a frente, a máscara é assustadora pois parece estar irritada; quando ligeiramente inclinada para baixo, o rosto do demônio parece entristecer-se, como se estivesse chorando, essa dualidade é um dos grandes mistérios da arte dessa mascara. A máscara hannya mais antiga é datada de 1558.


As máscaras Hannya aparecem em vários tons de pele: uma máscara branca indica uma mulher do estado aristocrática (como Rokujo em Aoi no Ue ), uma máscara vermelha descreve uma mulher de classe baixa (observados em Dojoji ), e dos mais escuros vermelho descreve verdadeiros demônios ( revelou depois de aparecer como mulheres, como em Momijigari e Kurozuka).

Nenhum comentário:

Postar um comentário