Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Menu Mitologia Nordica: Hell

HEL


Hel era a regente nórdica do reino subterrâneo, senhora do mundo dos mortos e do além conhecido como Nifelhel, cujo nome foi usado pelos missionários cristãos como sinônimo do inferno. Mas na verdade o significado de seu nome era "aquela que esconde ou cobre", pois em seu reino, formado por nove círculos, para onde iam as almas dos mortos por doença, ou velhice. 

Hel era filha da giganta Angrboda e do deus Loki, irmã dos monstros Jormungand e Fenrir. Vivia em seu palácio sombrio e gelado conhecido como Elvidner (miséria), onde ela se alimentava de um prato chamado "fome", usando um garfo chamado "penúria", servida por seus auxiliares "senilidade" e "decrepitude", e era defendida pelo cão Garm. O caminho de sua morada era conhecido como "provação", que atravessava o "rio dos ecos", Gjoll, guardado pela giganta Mordgud, passava pela "floresta de ferro", com árvores metálicas cujas folhas cortavam como punhais. 

A cidade de Hel chamada de Valgrind, era povoada por trolls, encarregados de levar os inimigos das divindades para serem "cozidos" no borbulhante caldeirão Hvergelmir. Próximo a este caldeirão estava a fonte que o alimentava, e ali também estava a raiz "infernal" de Yggdrasil, escondida do dragão Nidhogg, que roía sem cessar. 

A senhora do subterrâneo possui um pássaro vermelho-escuro que irá anunciar, com seu canto. o inicio do Ragnarök, onde Hel, irá se juntar a seu pai Loki para destruir os Aesir, porém ao final ela também morrerá, junto com as deusas Bil e Sol. 

Hel representava a lua negra,a Ceifadora, a Mãe Devoradora, o aspecto sombrio de Frigga, enquanto Nifelhel simboliza a parte profunda do inconsciente, a sombra, a sede de conflitos, dos traumas, das fobias. Halja era o termo nórdico para "limbo" o plano sutil onde as almas esperavam a vez para encarnar, transformada pelo cristianismo em um lugar de danação e expiação. 

Simbolo: Foice, clepsidra, caldeirão, ponte, espiral de nove voltas, máscaras de animais. 

2 comentários:

  1. Oi, otimo texto mas queria saber a sua fonte já que li varias vezes que a Hell é neutra e por isso não tomaria partido no Ragnarok. É muito importante pra mim saber disso, se vc puder me ajudar :)

    ResponderExcluir
  2. Norstedts ordbok, 2001. Capítulo: Hel. , 793 p. p. 241

    ResponderExcluir