Bem Vindos

Ola amigos bem vindos a Arcanoteca um espaço para RPG, mitologia, contos e curiosidades, esperamos que gostem do nosso conteúdo e nos visitem com frequência. (amigos nós não temos pop ups por favor deixem o seu ADblock desativado para nosso site pois isso nos ajuda muito a manter a Arcanoteca)

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Menu Mitologia Grega: Os 300

OS 300

O Rei Leônidas e seus 300 soldados.
Termópilas, ou portão de fogo, o ano 480ac.Xerxes, Rei da Pérsia ambicionava consquistar a Grécia central. Se conseguisse, dominaria um ponto estratégico para expandir seu domínio sobre os helenos. Porém...lá estavam eles, os espartanos sob as ordens do rei Leônidas, ou o grande leão. Não é à toa. Ele, em poucos dias, soube que o exército persa se juntara aos medas. Milhares de soldados avançavam. Leônidas reuniu seus 300 soldados de elite e outros gregos. Sabia que o únco lugar capaz de conduzir Xerxes ao centro dos estados gregos era a região Termópilas, um lugar pedregoso, com várias fontes sulfurosas e localizada em um penhasco, Leônidas e os 300 guerreiros se instalaram lá antes da chegada de Xerxes. Pediu aos outros soldados gregos que ficassem na retaguarda e nos flancos. Um destacamento saiu para queimar as planícies e queima a fim de acabar com os suprimentos. Uma muralha em ruínas foi reconstruída rapidamente. O grande leão não perdia tempo. Com seus 300 homens ficaria à frente, no front. Assim conseguiria iniciar a batalha e segurar os medo-persas. O grande exército chegou.
Leônidas olhou o adversário acampado abaixo e se manteve calmo, eram centenas de milhares. O jeito era enfrentar, mas ele era um espartano, contava com 300 guerreiros espartanos. Não seria nada fácil, mas não cedeu. Xerxes viu os 300 soldados de Leônidas se pentearem calmos. Ficou furioso. Arremessou seus arqueiros contra eles. Escalaram o penhasco que media em largura 18m. Lá os espartanos acampavam e se equilibravam. O primeiro ataque falhou os 300 soldados rechaçaram os medo-persas com seus escudos redondos e suas lanças. O segundo também. Xerxes decidiu atacar com os ilotas, um exército de uma das cidades gregas. Defendiam a retaguarda. Leônidas previu o ataque e adotou uma tática inovadora. Fingia recuar, quando os persas avançavam, os espartanos davam meia volta e os surpreendia. Finalmente, perderam quase tdo o armamento, o número superior dos medo-persas conseguiu  desarmar Leônidas. Sem lanças e escudos o jeito era partir para a luta e nisso os espartanos eram imbatíveis. Mordiam ou arrancavam os olhos dos persas. Apesar de muitas baixas, finalmente Xerxes capturou o rei Leônidas. Sua fúria era tal que o decaptou. Sua cabeça foi espetada na ponta de uma lança. Todos os 300 soldados morreram. Os outros gregos bateram em retirada. Xerxes ganhou a batalha, não a guerra. O rei Leônidas se transformou em uma lenda e seus 300 soldados um ícone de resistência aos persas. O Grande Leão até hoje é lembrado e seus 300 guerreiros também. Quem será que perdeu de fato...

Nenhum comentário:

Postar um comentário